Categoria: Bolsa de Valores

Comprar ações é igual a comprar um ventilador – Entenda o porquê!

No verão de 2017 eu morava em um pequeno apartamento alugado próximo da Av. Paulista. Estava um calor desgraçado. Minha casa parecia uma estufa. Não tinha ar, não tinha ventilador e eu devia tomar quase 3 banhos por dia pra me refrescar. Não aguentei.

Lembro de ter ido a pé até um shopping próximo na época e comprar um ventilador no Ponto Frio.

Quando entrei na loja, eu não tive opção: Só existia um modelo disponível para a compra. Era feio, fraco e de uma marca “mais ou menos”.

Saiba mais

Ações: 3 indicadores que todo investidor deve olhar antes de investir!

acoes_analise_fundamentalista

Para investir em ações, todo investidor encontra uma pergunta em comum: “ok, como eu escolho quais ações eu compro?

Uma das formas de fazer isso é por meio da análise fundamentalista, principalmente pelos chamados indicadores fundamentalistas.

No artigo de hoje, nós listamos 3 indicadores fundamentalistas essenciais para o investidor escolher ações.

Para decidir se devemos ou não comprar as ações que queremos, é imprescindível olhar para esses 3 indicadores.

Confira eles a seguir:

Saiba mais

O que acontece se você investir R$100 em ações durante 23 anos?

O que aconteceria se você entrasse na sua corretora, acessasse o home broker, e investisse R$100 todos os meses pra resgatar só depois de 23 anos?

Será que uma mágica maravilhosa acontece, ou seria uma mágica terrível?

Bom, eu fiz alguns cálculos considerando os últimos 23 anos. Talvez você fique abismado com os números, mas acredite: leia esse artigo até o final que talvez sua cabeça mude DRASTICAMENTE.

Bora!

Quando investimos em ações podemos esperar que ela suba – e assim poderemos a vender por um preço maior e realizar lucro, ou também contar com a distribuição de lucros que ela oferece (através de dividendos e JSCP).

Fiz um levantamento usando a Economática para simular o que teria acontecido caso você tivesse feito aplicações mensais de forma disciplinada. Veja o resultado:

 

ITUB4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$304.795,63

R$200. Valor Final: R$609.591,25

R$500. Valor Final: R$1.523.978,13

 

ITSA4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$286.588,94

R$200. Valor Final: R$573.177,88

R$500. Valor Final: R$1.432.944,71

 

ALPA4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$157.542,87

R$200. Valor Final: R$315.085,74

R$500. Valor Final: R$787.714,34

 

GGBR4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$130.077,56

R$200. Valor Final: R$260.155,13

R$500. Valor Final: R$650.387,82

 

PETR3 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$125.253,25

R$200. Valor Final: R$250.506,50

R$500. Valor Final: R$626.266,25

SELIC de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$91.517,98

R$200. Valor Final: R$183.035,96

R$500. Valor Final: R$457.589,89

 

CDI de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$89.882,91

R$200. Valor Final: R$179.765,82

R$500. Valor Final: R$449.414,55

 

Conclusão: Na bolsa de valores, investir mensalmente pensando a longo prazo pode ser uma opção muito mais interessante do que fazer isso na renda fixa.

O problema, é claro, é a forma como você investe a longo prazo. Pra ter escolhido Itaú em 1995 e pensar no seu retorno após 23 anos, você precisa tanto do conhecimento técnico fundamentalista quanto também do mindset correto para investir a longo prazo. Muitas pessoas podem até ter investido realmente nessas empresas naquela época, mas as pessoas que seguraram o investimento até hoje são muito poucas.

E não é que a há algo ruim em se desfazer de posições.

Apesar das empresas mencionadas terem ido melhor que a renda fixa, isso não foi verdade para outras: Usiminas, Suzano e o próprio Ibovespa, por exemplo, tiveram um rendimento menor do que a Selic e o CDI no período.

Selic: 0,75% a.m.

CDI: 0,74% a.m.

Ibovespa: 0,51% a.m.

SUZB3: 0,50% a.m.

USIM3: 0,25% a.m. (mesma rentabilidade da poupança)

Então, quem acabou, em algum momento, deixando de investir em Suzano para investir em Itaúsa porque achou os fundamentos da Itaúsa melhores, fez um bom negócio. Mas isso exige discernimento.

Bolsa de valores é uma opção melhor? Pode ser. Mas pra quem tem a disposição para procurar investir do jeito CORRETO.

E talvez você não saiba como fazer isso ainda, mas fique tranquilo. Em breve, irei fazer uma série de vídeos justamente sobre esse assunto: como investir a longo prazo, seguindo uma estratégia definida.

 

Como identificar empresas com vantagem competitiva de longo prazo?

empresas_longo_prazo

Warren Buffett decidiu estudar as demonstrações financeiras das empresas bem-sucedidas a fim de entender o que as tornava investimentos de longo prazo tão fantásticos. No livro Warren Buffett e a análise de balanços, verificamos técnicas utilizadas pelo investidor, que nos auxiliam a identificar empresas que possuem vantagem competitiva durável, com potencial de geração de riqueza no longo prazo.

Para avaliar a aplicabilidade das técnicas de Buffett, utilizamos a Companhia de Bebidas das Américas – Ambev (ABEV3) como estudo de caso, por ser uma das mais importantes empresas do mercado nacional.

Saiba mais

Bolsa de Valores: quais são os 5 Tipos de Ações?

tipos-de-ações

Bolsa de valores muita gente já conhece. Além disso, já devem ter ouvido algo sobre ações também. Mas será que você já conhece os Tipos de Ações que existem? Caso não saiba, temos o conteúdo ideal para você, caro leitor do O Primo Rico.

Mas antes de qualquer coisa, segue algumas coisas importantes que você tem que saber. As principais informações desse artigo e muitas outras estão disponíveis no nosso Guia Completo Sobre Bolsa de Valores. Esse artigo será voltado apenas para esclarecimentos sobre os Tipos de Ações e tirar dúvidas sobre suas diferenças e peculiaridades.

Bóra nessa então?

Saiba mais