Mês: janeiro 2019

Hábito: 4 Hábitos pobres que você ensina aos outros e não percebe!

Um hábito tem a dizer muito a nosso respeito, seja sobre o que somos, seja sobre o que iremos ser. Muitas pessoas ricas possuem não apenas um hábito, mas vários hábitos em comum, e nada mais apropriado dizer que são justamente esses hábitos que explicam onde elas chegaram.

No caso das pessoas pobres, a lógica é a mesma. Muitas pessoas são pobres e passam dificuldades hoje porque tem uma série de hábitos ruins, negativos.

Talvez você veja pessoas assim próximas a você. Pode ser um amigo querido, um filho, família, namorado…

Saiba mais

Como investir para começar a viver de renda?

Praticamente todo mundo na face da terra quer, algum dia, viver de renda. Ver um dinheiro cair na nossa conta corrente todo mês sem precisarmos fazer nada é um sonho.

A boa notícia é que o sonho de viver de renda não é impossível, pelo contrário. Agora, a má notícia é: poucas pessoas sabem como fazer isso.

Como eu posso investir hoje pra colher renda amanhã?

A resposta, na maioria das vezes, é óbvia: deve-se procurar por ativos geradores de renda.

Porém, a resposta não é tão óbvia quanto parece. A estratégia do começo das aplicações deve ser diferente da estratégia final que você vai usar, mas muitas pessoas não percebem isso. Saiba mais

Como descobrir a taxa do CDI hoje e calcular o retorno dos seus investimentos

taxa_do_CDI_hoje

A taxa do CDI hoje (e desde muito tempo) é uma das taxas mais importantes do mercado financeiro. Não à toa, a taxa do CDI hoje norteia e serve como comparativo para muitos investimentos, principalmente na renda fixa.

Mas, apesar de ser tão importante, ela ainda pode representar problemas para os investidores iniciantes. Isso por dois motivos:

  • Os investimentos que usam o CDI como benchmark não utilizam a taxa do CDI na sua “taxa bruta”, o que pode confundir.
  • Uma boa parte dos investidores iniciantes não tem ideia de onde encontrar fontes confiáveis para saber a taxa do CDI hoje.

Por isso, o artigo de hoje tem como objetivo te ajudar, independente se você é iniciante ou não, a entender onde você pode encontrar uma fonte confiável para a taxa do CDI hoje e como usar ela para calcular a rentabilidade dos seus investimentos.

Porém, primeiro, vale a pena explicar o que raios é, de fato, o CDI.

O que é o CDI?

O CDI é uma sigla para “Certificado de Depósitos Bancários”. Basicamente, os CDIs são títulos negociados entre os próprios bancos, com a finalidade de servir como solução para que os bancos consigam equilibrar suas contas diariamente, já que eles precisam zerar os saldos de suas operações com o Banco Central todos os dias.

Dos CDIs, nós extraímos uma taxa conhecida como taxa DI, sendo esta uma taxa de juros média utilizada nas negociações por meio dos CDIs.

Onde posso encontrar a taxa do CDI hoje?

Aqui resolvemos o primeiro problema.

Existe sempre uma dúvida relacionada a encontrar sites e blogs confiáveis para encontrar a taxa do CDI hoje.

O mais confiável é o site da B3, antiga BM&F Bovespa. Vale lembrar aqui que, antes da fusão da BM&F com a CETIP (fusão que fez surgir a B3), a taxa do CDI (ou taxa DI) podia ser encontrada no site da CETIP. Com a fusão das duas, agora a divulgação da taxa passou a ser da B3.

Mas, outros sites são úteis ser mencionados, como o site da Abacus Liquid e o site da Infomoney, por possuírem dados históricos e dados de outras taxas importantes ao mercado, respectivamente.

Mas por que a taxa do CDI hoje é importante para compararmos investimentos?

O raciocínio é simples: se entre os bancos eles emprestam juros a uma taxa X, por que você deveria aceitar emprestar dinheiro em forma de investimento a uma taxa muito menor que esta taxa?

É justamente por isso que o CDI é uma forma interessante para compararmos investimentos. Se o Banco empresta dinheiro para um outro banco a uma taxa de 5% ao ano, não faria sentido você também realizar este empréstimo (por meio de um CDB, por exemplo) por uma taxa de 2% ao ano.

E qual a melhor forma de fazer essa comparação?

Em si, o cálculo de um investimento que tem um rendimento atrelado ao CDI não é tão simples quanto parece. Isso porque os rendimentos são demonstrados em porcentagem do CDI.

Podemos conferir alguns exemplos na imagem a seguir:

Imagem retirada da plataforma de investimentos Rico.com.vc

Por isso, para podermos fazer uma comparação assertiva e até mesmo calcular o rendimento de um investimento, precisamos fazer o seguinte passo-a-passo:

  • Pegar o rendimento do investimento do qual queremos calcular;
  • Verificar o quanto está a taxa do CDI hoje;
  • Utilizar a taxa do CDI hoje como base para ver o rendimento bruto da aplicação;
  • A partir desse rendimento bruto, calcular via HP12C ou Excel o valor ao final da aplicação;
  • Descontar o Imposto de Renda ao final.

Para ficar claro, vamos a um exemplo seguindo o passo-a-passo informado:

1) Pegar o rendimento do investimento do qual queremos calcular

Para esse passo, irei utilizar o CDB do Banco Sofisa, de 107% do CDI, da imagem mostrada anteriormente;

2) Verificar o quanto está a taxa do CDI Hoje

Atualmente, está em 6,40% do CDI, utilizando o site da B3 como referência.

3) Utilizar a taxa do CDI hoje como base para ver o rendimento bruto da aplicação

Como a aplicação é de 107% do CDI, temos que verificar o quanto isso seria transformados em uma taxa de juros numérica. Por lógica, sabemos que 6,40% do CDI é igual a 100% do CDI. Então, basta fazer a regra de 3:

6,40% – 100% CDI

X – 107% CDI

100x = 6,40*107

x = 684,8 / 100

x = 6,848% a.a.

Logo, concluímos que 107% é o mesmo que uma taxa de 6,85% a.a. (arredondando).

4) A partir desse rendimento bruto, calcular via HP12C ou Excel o valor ao final da aplicação

Deixarei para a explicação de como usar a HP12C em outro artigo. Nesta, focarei no excel.

Para calcular o rendimento, precisaremos das seguintes informações:

  • Valor inicial aplicado;
  • Valor mensal aplicado;
  • Tempo de investimento;
  • Rendimento.

As informações do tempo de investimento e o rendimento já foram fornecidos a nós na imagem dos exemplos de CDB. O CDB do Banco Sofisa rende 107% por um período de 1 ano. Para o cálculo, não irei considerar que haja investimento mensal (lembrando que, nesse caso, a taxa devia ser transformada em uma taxa mensal, o que deixarei para explicar também em outro artigo), e que o investimento inicial foi de R$5.000,00.

Nesse caso, só precisamos aplicar essas informações na fórmula VF (ou FV em inglês).

A estrutura da fórmula é esta: =VF(rendimento;tempo;valor mensal;valor inicial;0)

Logo, o nosso exemplo ficaria como na imagem abaixo:

E, como resultado final, temos um valor final de investimento de R$5.342,50.

Agora, podemos ir para o último passo para calcular um investimento com base na taxa do CDI hoje.

5) Descontar o imposto de renda ao final

Para descontar o imposto de renda, primeiro precisamos entender qual o valor dele.

No caso da maioria das aplicações de renda fixa, o IR funciona da seguinte forma:

  • Até 180 dias = alíquota de 22,5%
  • De 181 a 360 dias = alíquota de 20%
  • De 361 a 720 dias = alíquota de 17,5%
  • Acima de 720 dias = alíquota de 15%

Sabendo que o CDB usado como exemplo tem 365 dias até o vencimento, usaremos a alíquota de 17,5%.

Com isso em mente, basta retirar 17,5% de R$342,50 (que foi o nosso lucro no período). Podemos fazer isso pelo seguinte cálculo:

V = 342,50 – (342,50*0,175)

V = 342,50 – 59,94

V = R$282,56

Logo, o nosso valor final líquido de investimento, retirando o imposto de renda, foi de R$5.282,56, onde 282,56 foi nosso lucro líquido.

Com o fim desses 5 passos, agora você está pronto não só para entender o que é o CDI como também está preparado para verificar a taxa do CDI hoje e fazer simulações dos seus investimentos.

Não esqueça de acompanhar as redes sociais do primo no instagram e no Youtube, e espero que tenha gostado do artigo de hoje.

Até a próxima!

O que acontece se você investir R$100 em ações durante 23 anos?

O que aconteceria se você entrasse na sua corretora, acessasse o home broker, e investisse R$100 todos os meses pra resgatar só depois de 23 anos?

Será que uma mágica maravilhosa acontece, ou seria uma mágica terrível?

Bom, eu fiz alguns cálculos considerando os últimos 23 anos. Talvez você fique abismado com os números, mas acredite: leia esse artigo até o final que talvez sua cabeça mude DRASTICAMENTE.

Bora!

Quando investimos em ações podemos esperar que ela suba – e assim poderemos a vender por um preço maior e realizar lucro, ou também contar com a distribuição de lucros que ela oferece (através de dividendos e JSCP).

Fiz um levantamento usando a Economática para simular o que teria acontecido caso você tivesse feito aplicações mensais de forma disciplinada. Veja o resultado:

 

ITUB4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$304.795,63

R$200. Valor Final: R$609.591,25

R$500. Valor Final: R$1.523.978,13

 

ITSA4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$286.588,94

R$200. Valor Final: R$573.177,88

R$500. Valor Final: R$1.432.944,71

 

ALPA4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$157.542,87

R$200. Valor Final: R$315.085,74

R$500. Valor Final: R$787.714,34

 

GGBR4 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$130.077,56

R$200. Valor Final: R$260.155,13

R$500. Valor Final: R$650.387,82

 

PETR3 de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$125.253,25

R$200. Valor Final: R$250.506,50

R$500. Valor Final: R$626.266,25

SELIC de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$91.517,98

R$200. Valor Final: R$183.035,96

R$500. Valor Final: R$457.589,89

 

CDI de 02/01/1995 até 02/01/2019:

R$100. Valor Final: R$89.882,91

R$200. Valor Final: R$179.765,82

R$500. Valor Final: R$449.414,55

 

Conclusão: Na bolsa de valores, investir mensalmente pensando a longo prazo pode ser uma opção muito mais interessante do que fazer isso na renda fixa.

O problema, é claro, é a forma como você investe a longo prazo. Pra ter escolhido Itaú em 1995 e pensar no seu retorno após 23 anos, você precisa tanto do conhecimento técnico fundamentalista quanto também do mindset correto para investir a longo prazo. Muitas pessoas podem até ter investido realmente nessas empresas naquela época, mas as pessoas que seguraram o investimento até hoje são muito poucas.

E não é que a há algo ruim em se desfazer de posições.

Apesar das empresas mencionadas terem ido melhor que a renda fixa, isso não foi verdade para outras: Usiminas, Suzano e o próprio Ibovespa, por exemplo, tiveram um rendimento menor do que a Selic e o CDI no período.

Selic: 0,75% a.m.

CDI: 0,74% a.m.

Ibovespa: 0,51% a.m.

SUZB3: 0,50% a.m.

USIM3: 0,25% a.m. (mesma rentabilidade da poupança)

Então, quem acabou, em algum momento, deixando de investir em Suzano para investir em Itaúsa porque achou os fundamentos da Itaúsa melhores, fez um bom negócio. Mas isso exige discernimento.

Bolsa de valores é uma opção melhor? Pode ser. Mas pra quem tem a disposição para procurar investir do jeito CORRETO.

E talvez você não saiba como fazer isso ainda, mas fique tranquilo. Em breve, irei fazer uma série de vídeos justamente sobre esse assunto: como investir a longo prazo, seguindo uma estratégia definida.