Tag: corretora de investimentos

Saiba como escolher um Assessor de Investimentos

assessor-de-investimentos

Os investimentos são conhecidos como o portão do paraíso para aqueles que desejam aumentar seus ganhos. Mas quando alguém decide começar a investir seu dinheiro, sempre surge a seguinte pergunta: “Por onde começar?” Se esse é o seu caso, aqui dou uma boa dica: fale com um assessor de investimentos!

Muitas pessoas não sabem quais são as melhores formas de investimento para elas mesmas. Por isso acabam investindo erroneamente ou criando muitas expectativas que não são correspondidas. Isso gera uma leva de pessoas profundamente frustradas. Então, antes que isso aconteça, vamos entender o que esse profissional pode fazer para te ajudar.

 

O que um Assessor de Investimentos faz?

O papel do assessor de investimentos é, obviamente, auxiliar a pessoa a investir bem o seu dinheiro e ter uma vida financeira mais confortável.

Entre suas tarefas, está a de fazer um mapeamento das melhores aplicações de dinheiro dentro da expectativa do cliente. Por exemplo, você procura uma renda segura, apesar de não muito alta? Ou se arriscar a ganhar muito e talvez perder tudo? Baseado-se em algumas perguntas, o assessor de investimentos pode direcionar a sua escolha de ativos financeiros.

Mas aqui vai uma dica: o assessor de investimentos NÃO é o mesmo profissional que o gerente do banco. Digo isso porque muitos os confundem. É bom ficar atento! O gerente cuida do cotidiano da sua conta corrente. O assessor focará nos investimentos certos para o seu padrão de vida. Ficamos entendidos?

Se o seu carro quebra, você o leva até um mecânico ou tenta arrumá-lo sozinho? Mesmo sem ter a mínima noção do que está fazendo? Sua resposta deve ter sido a primeira opção. Então, nada mais lógico do que seguir a mesma linha de pensamento na hora de cuidar do seu dinheiro! Se for a segunda, indico que reveja as suas escolhas de vida.

 

O que esperar do Assessor de Investimentos?

O assessor deve tratar o cliente de forma exclusiva e atenciosa. Ou seja, ele vai traçar um plano especial para você. Você pode perceber que as dicas dele estão sendo muito genéricas, ou não ver o retorno prometido. É hora de reavaliar se o profissional que você escolheu é realmente o melhor disponível no mercado.

Vocês terão reuniões frequentes, onde serão discutidos os diversos aspectos da sua vida financeira. Não precisa ter vergonha ou tentar encobrir a realidade do panorama de suas finanças. Não se esqueça de que ele está lá para te ajudar!

Em troca, o assessor lhe proporcionará uma grande otimização de sua renda. Além de poder analisar quais serão os melhores investimentos a serem tomados a curto, médio e longo prazo! Colocar sua vida financeira em dia fica fácil com um desses do lado.

 

Como encontrar um bom profissional?

“Primão, que ótima ideia! Agora, onde eu encontro um bom assessor para me ajudar?”

Bom, o primeiro passo é fazer uma pesquisa, na internet mesmo, de empresas ou profissionais que prestem o serviço. Quando fizer isso, você vai reparar que existem vários sites que dispõem da atividade. Como saber qual deles é confiável?

Aqui está o pulo do gato! Todo mundo que presta esse tipo de serviço possui a habilitação legal de “Agente Autônomo de Investimentos”. E isso sob a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Também regido pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias. Veja bem: este registro é obrigatório! Caso você se depare com algum espertalhão que dispõe essa atividade, sem divulgar registro, corra, porque é uma cilada.

Seja pessoa jurídica ou física, o lugar em que você pretende requisitar o serviço deve ter registros individuais. Ou, pelo menos, como uma pessoa jurídica. Não é qualquer um que pode sair receitando remédios quando alguém está doente, não é mesmo? Da mesma forma, não é todo mundo que pode auxiliar outras pessoas sobre onde investir seu dinheiro.

Peça os devidos registros da CVM e na ANCORD. E faça uma consulta na internet para saber se aquele nome realmente existe.

Só após a consulta é possível determinar se a empresa é uma boa ou não. As consultas podem ser feitas no site da CVM, na aba participantes do mercado > consulta ao cadastro geral.

 

Como é o assessor dentro da própria instituição financeira?

Outra coisa que você precisa saber é que não são apenas profissionais autônomos que estão disponíveis no mercado. Pelo contrário, cresce cada vez mais o número de prestadores desse tipo de serviço que possuem vínculos com entidades financeiras.

Esses funcionários continuam sendo um bom auxílio na hora de entender melhor sobre o mundo dos investimentos. Mas é bom ficar de olho. Por não trabalharem independentemente, acabam levando em consideração mais a diretriz da instituição financeira do que a do cliente. Ou seja, acabam agindo de forma quase que comercial, e é ai que mora o perigo. Se ainda assim optar por esse serviço, procure pelo profissional que mais se alinhe a seu pensamento.

 

O que fazer em relação às corretoras financeiras?

Além disso, é necessário tomar cuidado com as corretoras financeiras. São mais autônomos que os bancos, possuem maior gama de produtos, mas podem não propender apenas ao lucro do cliente. Nesses casos, não existe independência do profissional. Portanto, não há filtro entre a procura por lucros das corretoras e o melhor para a vida financeira do cliente.

É conveniente ter em mente que corretoras financeiras também são empresas e, por isso, precisam vender produtos para sobreviver.

No entanto, não é sempre que uma empresa de assessoria em investimentos é sinônimo de parcialidade. Em muitos casos, elas trabalham de forma independente, visando o bem dos recursos monetários do cliente. Assim, as corretoras passam a ser apenas um meio de negociação entre as duas partes envolvidas.

Para descobrir com qual profissional está lidando, preste atenção em algumas atitudes:

 

Orientação

Com um assessor independente, existe todo um processo para se descobrir qual o melhor investimento para o cliente. Já com um assessor vinculado, é possível notar a importância da compra de determinados produtos em detrimento das vontades do consumidor. E o método usado para chegar a essa decisão muitas vezes não é exatamente claro.

 

Identidade profissional

Assessor de investimentos que visam os lucros da empresa onde trabalham tendem a se identificar como profissionais “da corretora X”. Por outro lado, o assessor de investimentos independente, via de regra, se apresenta com o nome da empresa de assessoria de investimentos. Mas sem vincular o nome da corretora.

 

Objetivos

É importante estabelecer seus próprios objetivos e, assim, encontrar o assessor que mais combine com eles. Não precisa sair comprando produtos desenfreadamente porque um profissional te indicou. Por isso, trace um plano claro sobre quanto e como deseja investir.

A melhor forma de escolher com que empresa ou profissional trabalhar é pesquisando. Nunca decida quem será seu assessor de investimentos de primeira, sem conhecer outras propostas. É necessário haver esta diversidade para que você compare os termos. E consiga decidir lucidamente qual será o melhor negócio para a sua vida.

O assessor de investimentos pode ser vital para aqueles que estão colocando os pés pela primeira vez nas aplicações financeiras. Um bom profissional pode melhorar demais a situação monetária de seu cliente. Afinal, todos nós queremos ganhar dinheiro!

 

E você, já pensou em contratar um assessor de investimentos? Tem interesse no assunto? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Como Escolher a Melhor Corretora para Investir

Quer uma definição simples do que é uma corretora?

Uma corretora de investimentos é, de forma resumida, uma intermediadora de negócios. Quando um investidor compra algum título, é ela que intermedia essa negociação.

Investindo no Tesouro Direto

Quando um investidor se cadastra na ferramenta do Tesouro Direto, ele precisa ter uma corretora para intermediar essa negociação. Depois disso, toda vez que o investidor compra títulos através dessa plataforma, por mais que esteja pagando uma taxa para a corretora, a guarda dos títulos não está com a corretora. A guarda desses títulos está com a CBLC. Ou seja, a corretora é só um intermediário.

Comprando Ações

Quando um investidor compra uma ação, ele utiliza a corretora para intermediar tal negociação. Como a corretora é habilitada para negociar na bolsa (BM&F Bovespa), o cliente emite uma ordem de compra de uma ação, e a corretora vai executar essa compra. Quando isso ocorre, ações são creditadas na conta do cliente. Quando o cliente recebe essas ações, elas não ficam sob posse da corretora. Elas ficam custodiadas em outro órgão, que é a CBLC (companhia brasileira de liquidação e custódia).

Como Escolher a Melhor Corretora para Você

É óbvio que não existe um único nome óbvio para “a melhor corretora para todos”. Porém, é possível que você identifique qual é a melhor corretora para você. Acompanhe esses pontos abaixo:

Assessoria de Investimentos

Hoje você consegue segregar as corretoras da seguinte forma: As que fornecem ferramentas, e as que além de oferecer ferramentas fornecem assessoria. Caso você seja extremamente independente e não queira uma segunda opinião ou alguém te ajudando a monitorar a carteira, você pode procura por uma corretora que apenas te forneça ferramental.
Por outro lado, se você tiver pouco tempo para gerenciar seus investimentos ou não tiver o conhecimento necessário, você pode buscar por uma corretora que disponibilize um assessor de investimentos específico para você.

Ferramentas

É imprescindível que todo o ferramental da corretora funcione muito bem e que ela possua diferenciais. Por exemplo: Você pode investir e resgatar pelo celular? A corretora possui um aplicativo de conta? A corretora possui uma plataforma para você negociar ações e tesouro direto (além do Home Broker básico)? Esse tipo de coisa faz toda a diferença quando você estiver com pouco tempo ou estiver no final de semana querendo acessar seu portfolio.

Relatórios

É um custo para a corretora te fornecer recomendações pertinentes. Por mais que você deva tomar muito cuidado com a área de análise pela corretora – pois ela tem conflito de interesse – é importante que ela te forneça relatórios cabíveis com o que está acontecendo na economia e com recomendações importantes sobre o que você deve fazer com seu dinheiro – de acordo com o seu perfil.

Custos

Cada tipo de investimento costuma ter um custo. Se você for investir no Tesouro Direto, você deve entender qual a taxa de custódia cobrada pelo agente de custódia (a corretora).
Se você for investir em ações, precisa perguntar qual o custo da corretagem, o custódia da custódia e o custo das plataformas operacionais.
Se for aplicar em renda fixa, você precisa perguntar qual a taxa de custódia de renda fixa e se existe alguma taxa de cobrança na aplicação.
Cada tipo de investimento possui um custo, e por isso é importante você definir que tipo de produto você quer acessar antes de escolher pela sua corretora. Existem corretoras mais competitivas em produtos específicos, e por isso faz toda a diferença ter sua estratégia traçada antes da escolha.

Solidez

Se acontecer algo com a corretora, que fique claro que o seu dinheiro está resguardado caso aconteça alguma coisa com a corretora. Se você tiver ações do Itaú, e a corretora entrar em “default”, basta você bater na porta da corretora vizinha e transferir suas ações para lá. Isso acontece pois as suas ações estão na CBLC, e não na corretora. Isso também se aplica a títulos públicos e também a maioria dos títulos de renda fixa.
Porém, se isso acontecer, você terá uma relativa “dor de cabeça”, e para evitar isso, é importante você buscar corretoras sólidas. Para você acessar uma lista de todas as corretoras que são habilitadas para negociar tesouro direto por exemplo, é só acessar aqui.
Para você analisar solidez, alguns pontos são indícios positivos: Tempo de história, tamanho da carteira em custódia (net) e número de clientes.

Caso você queira ajuda para escolher a melhor corretora, basta solicitar nossa assessoria gratuita aqui.