O Que é o Tesouro IPCA (NTN-B) e o Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais?

O tesouro direto se resume a uma plataforma que te dá acesso a compra de títulos públicos para ajudar no financiamento de dívidas do governo. Um dos títulos disponíveis...
Tesouro IPCA

O tesouro direto se resume a uma plataforma que te dá acesso a compra de títulos públicos para ajudar no financiamento de dívidas do governo. Um dos títulos disponíveis para a compra, e talvez o mais popular, seja o Tesouro IPCA. Porém, eu vou te ajudar a entender como ele funciona:

História do Tesouro IPCA

Antigamente o nome desse título era NTN-B. Todos conheciam esse tipo de aplicação por “Notas do Tesouro Nacional Tipo B”. Porém, o governo identificou que o brasileiro achava muito difícil entender a grande variedade de nomes complexos que existiam dentro da plataforma do tesouro. Como a ideia era simplificar, o tesouro resolveu mudar as nomenclaturas, e transformou a NTN-B em Tesouro Inflação ou Tesouro IPCA.

 

Rentabilidade Real

Ele é o único título público disponível no tesouro direto que te garante um rendimento real. Vale relembrar que ter uma rentabilidade real significa ter um rendimento acima da inflação. No caso do Tesouro IPCA, no momento em que você o compra, você indexa a sua aplicação a inflação. Isso significa que o valor que você aplicou será reajustado pela inflação, independente da variação que tiver. Se a inflação for de 6% no ano, o título vai ser reajustado em 6%! Porém, sempre que você compra um titulo que tem essa remuneração, você também ganha uma taxa extra, que é o considerado rendimento real. Essa taxa incide sobre o seu patrimônio total e o reajuste da inflação.

Além disso, você também vai escolher um vencimento para a sua aplicação. Se você aplicar para 2019, você terá  garantida essa taxa até essa data final. Se você escolher aplicar em 2050, o mesmo também se aplica!

Exemplo: Tesouro IPCA+ 2024, pagando IPCA + 6,5% – Nesse exemplo, você garantiu que seu patrimônio aplicado vai ser reajustado pela inflação até 2024 e você vai receber um juros anual de 6,5%. Esse rendimento costuma ser diário, porém a base da taxa é anual!

 

É melhor escolher vencimento mais longo ou mais curto?

Essa decisão tem muito a ver com o seu objetivo. A regra de ouro que você tem que usar é: Quanto mais tempo você puder segurar o título, melhor. Isso significa que você vai garantir sua taxa de investimentos por mais tempo, e teoricamente, com o passar do tempo a taxa de juros tende a diminuir. Se você conseguir segurar por bastante tempo, isso significa que daqui a pouco você terá um título tão valioso que ninguém mais terá acesso! Legal, né?

Porém, não é pensando apenas na argumentação acima que você precisa escolher um título com um vencimento lá na frente. Você vai entender que os títulos variam bastante caso você precise resgatá-los de forma antecipada! Não é porque eles são títulos de renda fixa que eles não oscilam. Justamente pelo fato de eles oscilarem, é melhor você entender o porque de isso acontecer! Eu escrevi um post falando justamente sobre a oscilação da NTNB e mostrando como um Tesouro IPCA pode variar mais de 20% no mês !

 

Tesouro IPCA x Tesouro IPCA+ Juros Semestrais

Quando você decide investir no Tesouro IPCA, você tem de fazer uma decisão: Escolher um investimento que te pague o principal (valor aplicado) reajustado pela inflação mais o juros no vencimento, ou um investimento que reajuste o seu principal pela inflação e te pague o juros de forma semestral (são os chamados cupons semestrais).

No Tesouro IPCA, se você aplicar com um vencimento em 2020, você vai receber tudo apenas no vencimento (ou no momento de seu resgate). Se você aplicar em 2020 também mas com juros semestrais, você vai recebendo seu juros em conta semestralmente, mas o seu principal é reajustado e recebido apenas no vencimento.

Uma diferença básica é que o que paga juros semestral possui MENOS risco do que o que paga tudo junto com o Principal. Ele tem menos risco, pois a “dívida” que o governo tem com você vai sendo amortizada semestralmente.

 

Investir no Tesouro IPCA é Simples

Você pode utilizar qualquer plataforma de corretora habilitada como agente de custódia para comprar títulos públicos diretamente. Quando você for comprar, você pode o fazer de duas formas:

  • Compra Direta: Em que você realiza uma transferência para seu agente custodiante e compra direto de lá;
  • Compras Programas: Em que você seleciona uma data, valor e título, e sempre que chegar essa data planejada, ocorre um débito com o intuito de comprar esse título todo mês. É ótimo para quem planeja construir patrimônio ou reaplicar de forma disciplinar os recursos;

 

Se quiser entender melhor como funciona o tesouro direto, leia o Guia completo que eu escrevi te dando um passo-a-passo para investir da forma correta.

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Tesouro Direto

Relacionados