Ciro Gomes declarou patrimônio de R$1,7 milhões; Veja onde ele investe!

ciro_gomes_patrimônio

Sempre que uma eleição se aproxima, todos os políticos que pretendem se candidatar a algum cargo público precisam prestar contas ao TSE. Com isso, uma das coisas que os políticos fazem é, justamente, declarar o seu patrimônio.

Neste artigo, irei dar maiores detalhes sobre o candidato à presidência Ciro Gomes, que está se candidatando à presidência pelo partido PDT, e seu patrimônio.

Patrimônio

Ciro Gomes declarou um patrimônio avaliado, no total, em exatos R$1.695.203,15 milhões de reais. Você pode ver a declaração feita por ele a seguir:

patrimônio_ciro gomes
Patrimônio Ciro Gomes

E se o Bolsonaro já era do tipo de investidor que tinha maior parte do seu dinheiro em imóveis, nem se fala o Ciro Gomes, que tem 71,2% do seu patrimônio declarado em imóveis. Se eles divergem em muitos assuntos, aparentemente não divergem no que se refere a como usar o seu próprio dinheiro.

Apesar disso, diferente dos demais candidatos apresentados até agora, o Ciro Gomes tem muito dinheiro também em poupança, que sabemos que é um péssimo investimento.

Vamos supor que ele podia ter escolhido investir, em 2006, ou em poupança ou em tesouro selic e tivesse segurado o investimento até hoje. Temos, então:

Poupança:

Rend. Poupança: TR + 0,5% (TR 2006: 0,168% a.m.)

Poupança

Investimento inicial: R$765,97

Periodo: 12 anos

Valor final liquido do investimento: R$1.997,92

Tesouro Selic

Taxa Selic Over 2006: 14,17% a.a.

Investimento inicial: R$765,97

Periodo: 12 anos

Valor final bruto do investimento: R$3.731,42

Valor final liquido: R$3.158,95

Ou seja: ele poderia ter mais de 1 mil reais de ganho só considerando uma mudança de investimento.

Agora, mesmo assim, diferente dos demais candidatos o Ciro Gomes não perdeu dinheiro se comparado a inflação. A última candidatura dele havia sido em 2006, onde ele declarou um patrimônio de R$426.840,92 mil reais. Se corrigirmos esse valor para 2018, temos que o patrimônio dele, para bater a inflação, deveria ser no mínimo de R$837.560,19. Como ele declarou R$1.6 milhões, então ele teve ai um pouco menos que o dobro da inflação em aumento de patrimônio.

Mesmo assim, o único investimento declarado do Ciro fora poupança e fora seus imóveis foi, em 2006, um fundo do Banco do Brasil de renda fixa. Infelizmente não foi declarado qual fundo específico era investido, mas tendo o fundo do Bolsonaro como base, que era também um fundo DI do BB, temos que existe a possibilidade do Ciro ter investido mal o seu dinheiro no fundo também, mesmo que ele tenha conseguido superar a inflação.

Alvaro Dias (Podemos)
R$2.889.933,32 milhões
Ciro Gomes (PDT)
R$1.695.203,15 milhões
Geraldo Alckimin (PSDB)
R$1.379.131,70 milhões
Guilherme Boulos (PSOL)
R$15.416,00 mil
Henrique Meirelles (MDB)
R$377.496.700,70 milhões
Jair Bolsonaro (PSL)
R$2.286.779,48 milhões
João Amoedo (Novo)
R$425.066.985,46 milhões
Marina Silva (Rede)
R$118.835,13 mil