Investimento em startups: tudo o que você precisa saber!

A aventura de investir ganha um novo episódio com a expansão de um modelo diferenciado de negócios. O investimento em startups é a novidade que tem atraído desde pequenos...
investimento em startups tudo o que voce precisa saber

A aventura de investir ganha um novo episódio com a expansão de um modelo diferenciado de negócios. O investimento em startups é a novidade que tem atraído desde pequenos e médios até grandes empreendedores.

Esse tipo de investimento tem altas chances de lucro. No entanto, dezenas de dúvidas rondam essas aplicações. Logo, é evidente que você queira saber tudo sobre o assunto antes de entrar nessa de cabeça, não é mesmo?

Neste artigo, você vai conhecer os principais conceitos relacionados ao investimento em startups. Além disso, você pode conferir as principais dicas para aplicar o dinheiro de modo consciente! Mas, antes de começar toda essa discussão, primeiro vamos entender o que são startups!

 

As startups

As startups são empresas recém-criadas ou em fase de desenvolvimento. Elas aceitam de investimentos externos e diversificados com o objetivo de dar continuidade aos seus trabalhos.

Esse modelo de negócios ficou em evidência devido à “bolha da internet”, advento sentido principalmente nos últimos anos, sendo ele o principal responsável pela fundação das empresas.com.

Apesar de o investimento em startups ainda ser considerado como incerto, repleto de dúvidas, já são inúmeros os casos de sucesso desse modelo de negócios. Um dos exemplos mais marcantes é a empresa Netflix, uma startup bem-sucedida, que em menos de 10 anos passou a valer bilhões!

É devido a tudo isso, que no meio empreendedor há um grande alvoroço sobre quando e onde investir. Afinal, quem é que sabe qual será o grande destaque no mundo dos negócios?

Para facilitar o acesso às oportunidades de investimento em startups, foram criadas empresas que aproximam as partes interessadas. O objetivo é fazer com que negócios sejam fechados e beneficiem tanto o investidor quanto o idealizador do projeto!

 

O conceito de “equity crowdfunding”

Quando o assunto é investimento em startups é inevitável não citar o mecanismo equity crowdfunding. Esse conceito, que significa “financiamento coletivo equânime”, diz respeito aos vários investidores que injetam recursos nesses negócios.

Vale dizer que a aplicação desse termo vai muito além de uma simples definição! Atualmente, existem várias empresas especialistas em fomentar a relação entre potenciais investidores e startups, que estejam captando recursos para os seus projetos.

Portanto, essa aproximação é uma etapa fundamental do processo de desenvolvimento das empresas. Principalmente, pois ela possibilita que oportunidades únicas e inéditas sejam disponibilizadas até mesmo no modo on-line.

Algumas das principais organizações de equity crowdfunding podem ser acessadas por meio dos links abaixo:

Se você deseja fazer investimento em startups, portanto, deve primeiramente assumir a postura de um investidor anjo.

 

“Anjos” investindo em Startups

O investidor anjo é aquele enxerga o potencial das empresas, que estão começando, e entra com recursos financeiros para tirar os projetos do papel. Essa figura tem grande destaque na história das startups. Geralmente é uma pessoa física, que usa do seu próprio capital para alavancar o crescimento desses negócios.

Com a sua experiência, que pode ser tanto de vida quanto de interesse, ele aloca parte do seu patrimônio no projeto. Tudo isso a fim de obter resultados em médio prazo. A atuação desse personagem no dia a dia corporativo pode ser como conselheiro ou mentor do empreendedor responsável pela startup.

Entretanto, é bastante comum que o vínculo seja maior apenas no que se refere a números. Veja a história real de Warren Buffett: o investidor mais bem-sucedido do século XX e inspire-se!

Vale ressaltar que não existe nenhum tipo de relação com atividades filantrópicas. Por isso, quem entra nesse negócio deve sempre objetivar lucros reais, certo? E você, está realmente pronto para fazer investimento em startups? Confira algumas dicas importantes sobre o assunto!

 

5 dicas para fazer investimento em startups de modo seguro

 

Opte pelo que você já conhece

Se você conhece a área em que está investindo, as suas chances de sucesso são muito maiores, sabe por quê? Porque dessa forma você tem suporte para apostar assumindo riscos menores. Afinal, você já sabe de dados importantes do setor!

Investir em uma área nova pode até ser atrativo, porém, é recomendado que isso seja feito apenas após algum tempo de experiência. Comece sempre optando pelo seguro!

 

Aposte alto no presente

O futuro é lindo, mas incerto. As perspectivas mudam a cada dia, e apostar no que não é real é um equívoco bastante comum e que deve ser evitado. Seja diferente! Uma das grandes vantagens do investimento em startups é que eles têm mais chances de dar certo. Principalmente por ser um tipo de empresa que antevê problemas e propõe rápidas e viáveis soluções.

 

Leve em conta mais do que o projeto

Avaliar o projeto é essencial antes de qualquer passo, mas não se prenda apenas a esse fato. Lembre-se: por trás da startup existem pessoas, empreendedores e empresários que vão usar o seu dinheiro para investir. Será que eles são capazes de atuar em campo?

Considerar o potencial humano de um projeto delimita e qualifica quais têm mais chances de dar certo. Por isso, não deixe de fazer pesquisas prévias.

 

Assuma riscos calculados

Faça o investimento em startups assumindo riscos calculados! Não se esqueça que, aos olhos do empreendedor, o projeto é a melhor oportunidade da sua vida.

Sendo assim, procure analisá-lo friamente, de preferência calculando os riscos antes de disponibilizar o recurso financeiro. Avalie bem a situação e não se deixe empolgar facilmente. Se necessário, solicite a ajuda profissional antes de tomar qualquer decisão.

Ofereça mais do que dinheiro

O investidor anjo deve oferecer mais do que o recurso financeiro ao empreendedor da startup. Ele precisa dar suporte, conselhos e buscar soluções sempre que solicitado. Quanto mais você puder oferecer em prol do negócio, maior será o seu retorno. Afinal, uma parte da empresa também é sua! Mantenha-se sempre atualizado, solicite relatórios gerenciais e estude tudo o que julgar necessário para não ficar para trás!

 

Gostou das nossas dicas sobre o investimento em startups? Se você ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto ou quiser compartilhar a sua opinião e a sua experiência conosco, aproveite para deixar um comentário!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
O Caminho

Relacionados