7 criptomoedas além do Bitcoin que você precisa conhecer!

O sucesso da famosa Bitcoin já atingiu todo o globo com sua ideia inovadora de uma moeda virtual criptografada e descentralizada. Investidores dos mais diferentes mercados apoiaram sua ascensão graças à velocidade...

O sucesso da famosa Bitcoin já atingiu todo o globo com sua ideia inovadora de uma moeda virtual criptografada e descentralizada.

Investidores dos mais diferentes mercados apoiaram sua ascensão graças à velocidade e à segurança das transações.

Contudo, sua aparição desencadeou um superaquecimento nesse novo mercado.

Não demorou para que novos tipos de criptomoedas fossem criadas para competir com a Bitcoin.

Se você está procurando outro tipo de moeda virtual fora a bitcoin, apresentamos estas diferentes criptomoedas que achamos!

1. Litecoin, o irmão mais novo da bitcoin

Essa criptomoeda tem praticamente as mesmas características de sua irmã mais velha, com apenas algumas diferenças básicas que permitem aos seus usuários maior versatilidade ao usá-la.

Uma delas é o tempo de transação mais rápido graças a uma menor taxa de bloqueio e também à facilidade de acesso se comparada à Bitcoin.

Todos nós sabemos que tempo é dinheiro e, por isso, o litecoin tem cada vez mais adeptos. 

Outra coisa interessante sobre essa moeda virtual é que o valor limite que você pode gerar é de 84 milhões de litecoins.

Esse valor equivale ao quádruplo do limite imposto pela bitcoin. Se você não gosta tanto do limite da bitcoin, a litecoin é uma altern

 

2. Ethereum, a segunda colocada das criptomoedas

No cenário atual, ela se destaca como a segunda moeda virtual mais popular, logo atrás da bitcoin, e ganhou toda essa fama por ter conseguido parceiros bem fortes no mercado, como o Banco do Canadá.

Mas não é apenas por causa de fortes aliados que o projeto Ethereum conseguiu a fama que tem hoje.

Seu controle blockchain das carteiras são bem versáteis, resistentes a fraudes e interferências externas. 

Além de tudo isso, suas transações não precisam ser apenas de moeda e podem ser usadas para solucionar vários problemas em diversas áreas de negócio.

Toda essa abrangência que faz dela uma ótima pedida, e a bitcoin que se cuide para manter a coroa!

3. Ripple, a favorita dos bancos

Essa parada de moeda virtual “sem leis” não agradou muito os bancos, por motivos óbvios.

Porém, a Ripple sacou isso e decidiu criar uma ferramenta que cativasse os bancos com ferramentas que acelerassem suas transações.

Toda vez que alguém utiliza a tecnologia blockchain da Ripple para garantir velocidade e segurança, as contas são recompensadas com a XRP, a moeda virtual deles, para ser utilizada como recurso extra.

Os bancos estão super interessados nessa nova tecnologia que, pelo visto, veio para ficar e ajudar no futuro das transações financeiras no mundo.

Atualmente, a Ripple possui 15 dos bancos mundiais mais famosos como seus clientes.

Quanta “responsa”, hein?

4. NEM, para você que prioriza a segurança

De modo geral, essa moeda virtual tem características bem comuns ao sistema de blockchain da Ethereum.

Foi pensada por um usuário da bitcoin que programou essa nova moeda e decidiu que era uma boa hora de investir nesse estilo de mercado.

Ela pode ser utilizada de várias maneiras, como em transações financeiras, serviços de mensagens e nomeação de sistemas.

A confiança que a NEM passa para seus clientes previne a maioria das armadilhas financeiras dentro desse mercado.

Sua principal diferença entre as concorrentes do mercado é o fator segurança e a criação de uma interface de programação mais simples.

Isso ajuda ela a ser utilizada em outros tipos de tecnologia, como aplicações móveis e sites.

5. Ethereum Classic, a divisão da Ethereum

As criptomoedas são virtuais e, por serem softwares, estão em constante desenvolvimento e atualizações em seus sistemas e funcionamento.

Mas nem todos os clientes gostam dessas alterações, não é mesmo?

Por isso, quando algo do tipo acontece, eles criam divisões do mesmo projeto e chamam isso de Fork.

A Ethereum Classic tem as mesmas características da moeda quando foi lançada inicialmente, pensada para manter os clientes que gostavam mais dela antes.

Ela ganhou um espaço legal no mercado porque utiliza praticamente das mesmas funções da Ethereum atualmente, com apenas algumas diferenças de sistema, pegando carona no sucesso do seu modelo mais atual.

6. Dogecoin, a criptomoeda amigável

Começou como uma “brincadeira”, utilizando um meme famoso de um cachorro Shiba Inu como “estampa” da sua moeda.

Agora, tornou-se uma das moedas virtuais mais famosas da atualidade!

A Dogecoin ganhou muita força após sites como o Reddit, que possui muitos seguidores, começarem a utilizar a moeda.

Ela é facilmente adquirida e pode ser utilizada como as outras moedas virtuais para pagamento de transações etc.

Dá pra imaginar que você começa a negociar uma moeda com a cara de um cachorro e depois descobre que a moeda está indo bem? Animal!

Os usuários dessa criptomoeda estão bem otimistas quanto ao seu valor, tudo graças à sua popularidade nas comunidades da internet.

Parece o momento certo para aderir ao projeto, que está em ascensão e com uma carinha bem simpática.

7. Siacoin, a moeda virtual inteligente

A grande sacada da Siacoin foi fazer algo um pouco diferente em relação a algumas criptomoedas do mercado.

Sua blockchain possui um tipo de tecnologia que pode criar contratos inteligentes e armazená-los digitalmente.

Esse tipo de estratégia pode levar essa criptomoeda a um patamar novo e lançar-se no mercado como um software de armazenamento, além de sua função de moeda.

Atualmente, isso ainda não aconteceu e a Siacoin apenas vende seu espaço.

Ela ainda é uma moeda jovem e está passando por várias atualizações, o que é bem comum nesse ramo.

O mercado está bastante otimista quanto às possibilidades de armazenamento da Siacoin, que pode baratear o serviço e aumentar a velocidade.

A maioria das criptomoedas que surgiram logo após o grande estouro desse mercado seguem um padrão tanto de serviço quanto de blockchain bem parecidos com a da bitcoin — afinal ela foi a pioneira e ditou a maioria dos parâmetros.

No entanto, como você viu ao longo do nosso post, cada uma delas tem seus pontos fortes e diferenciais.

Se você está interessado nos diversos tipos de moedas virtuais que o mercado pode oferecer, uma boa dica é começar com a própria bitcoin, de toda forma.

Conheça agora 3 formas incríveis de comprar sua moeda virtual!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Moedas Digitais

Relacionados