Como Escolher a Melhor Corretora para Investir

Quer uma definição simples do que é uma corretora? Uma corretora de investimentos é, de forma resumida, uma intermediadora de negócios. Quando um investidor compra algum título, é ela...

Quer uma definição simples do que é uma corretora?

Uma corretora de investimentos é, de forma resumida, uma intermediadora de negócios. Quando um investidor compra algum título, é ela que intermedia essa negociação.

Investindo no Tesouro Direto

Quando um investidor se cadastra na ferramenta do Tesouro Direto, ele precisa ter uma corretora para intermediar essa negociação. Depois disso, toda vez que o investidor compra títulos através dessa plataforma, por mais que esteja pagando uma taxa para a corretora, a guarda dos títulos não está com a corretora. A guarda desses títulos está com a CBLC. Ou seja, a corretora é só um intermediário.

Comprando Ações

Quando um investidor compra uma ação, ele utiliza a corretora para intermediar tal negociação. Como a corretora é habilitada para negociar na bolsa (BM&F Bovespa), o cliente emite uma ordem de compra de uma ação, e a corretora vai executar essa compra. Quando isso ocorre, ações são creditadas na conta do cliente. Quando o cliente recebe essas ações, elas não ficam sob posse da corretora. Elas ficam custodiadas em outro órgão, que é a CBLC (companhia brasileira de liquidação e custódia).

Como Escolher a Melhor Corretora para Você

É óbvio que não existe um único nome óbvio para “a melhor corretora para todos”. Porém, é possível que você identifique qual é a melhor corretora para você. Acompanhe esses pontos abaixo:

Assessoria de Investimentos

Hoje você consegue segregar as corretoras da seguinte forma: As que fornecem ferramentas, e as que além de oferecer ferramentas fornecem assessoria. Caso você seja extremamente independente e não queira uma segunda opinião ou alguém te ajudando a monitorar a carteira, você pode procura por uma corretora que apenas te forneça ferramental.
Por outro lado, se você tiver pouco tempo para gerenciar seus investimentos ou não tiver o conhecimento necessário, você pode buscar por uma corretora que disponibilize um assessor de investimentos específico para você.

Ferramentas

É imprescindível que todo o ferramental da corretora funcione muito bem e que ela possua diferenciais. Por exemplo: Você pode investir e resgatar pelo celular? A corretora possui um aplicativo de conta? A corretora possui uma plataforma para você negociar ações e tesouro direto (além do Home Broker básico)? Esse tipo de coisa faz toda a diferença quando você estiver com pouco tempo ou estiver no final de semana querendo acessar seu portfolio.

Relatórios

É um custo para a corretora te fornecer recomendações pertinentes. Por mais que você deva tomar muito cuidado com a área de análise pela corretora – pois ela tem conflito de interesse – é importante que ela te forneça relatórios cabíveis com o que está acontecendo na economia e com recomendações importantes sobre o que você deve fazer com seu dinheiro – de acordo com o seu perfil.

Custos

Cada tipo de investimento costuma ter um custo. Se você for investir no Tesouro Direto, você deve entender qual a taxa de custódia cobrada pelo agente de custódia (a corretora).
Se você for investir em ações, precisa perguntar qual o custo da corretagem, o custódia da custódia e o custo das plataformas operacionais.
Se for aplicar em renda fixa, você precisa perguntar qual a taxa de custódia de renda fixa e se existe alguma taxa de cobrança na aplicação.
Cada tipo de investimento possui um custo, e por isso é importante você definir que tipo de produto você quer acessar antes de escolher pela sua corretora. Existem corretoras mais competitivas em produtos específicos, e por isso faz toda a diferença ter sua estratégia traçada antes da escolha.

Solidez

Se acontecer algo com a corretora, que fique claro que o seu dinheiro está resguardado caso aconteça alguma coisa com a corretora. Se você tiver ações do Itaú, e a corretora entrar em “default”, basta você bater na porta da corretora vizinha e transferir suas ações para lá. Isso acontece pois as suas ações estão na CBLC, e não na corretora. Isso também se aplica a títulos públicos e também a maioria dos títulos de renda fixa.
Porém, se isso acontecer, você terá uma relativa “dor de cabeça”, e para evitar isso, é importante você buscar corretoras sólidas. Para você acessar uma lista de todas as corretoras que são habilitadas para negociar tesouro direto por exemplo, é só acessar aqui.
Para você analisar solidez, alguns pontos são indícios positivos: Tempo de história, tamanho da carteira em custódia (net) e número de clientes.

Caso você queira ajuda para escolher a melhor corretora, basta solicitar nossa assessoria gratuita aqui.

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Finanças PessoaisInvestimentos

Relacionados