11 Passos para investir bem na Previdência todo mês

Agora que você conhece tudo sobre previdência basta saber como tornar a aposentadoria ideal possível para você. A primeira coisa que você deve colocar em pratica é o planejamento:...
Investir todo mês na previdência

Agora que você conhece tudo sobre previdência basta saber como tornar a aposentadoria ideal possível para você. A primeira coisa que você deve colocar em pratica é o planejamento: temos que entender o investimento como um custo. Assim como as contas e as compras do mês, o investimento tem que sair da conta assim que o dinheiro cair em sua conta, a maioria das pessoas que deixa para investir “o que sobra” acaba não guardando nada. É importante ver sua aposentadoria um custo, pensar em comprar a aposentadoria ou ainda um dinheiro que se deixa de gastar agora para viver bem no futuro.
Após entender o aporte mensal como uma forma de comprar sua aposentadoria você precisa saber como escolher uma previdência que satisfaça suas necessidades:
1. Defina um plano para futuro, por exemplo: “ quero me aposentar com R$ 15.000,000” “quero me aposentar com 1.5 Milhões”. Definir bem o que se quer para o futuro é o primeiro passo para consegui-lo.
2. Faça um planejamento com seus gastos e custos e coloque a previdência nele. Veja o quanto consegue aportar mensalmente para essa finalidade e se essae montante está próximo do plano definido. Lembre-se: Comprar sua aposentaria e tão importante quanto a parcela do seu carro.
3. Pense sempre no longo prazo, já estudamos que previdência no curto prazo não vale a pena!
4. Pesquise bastante, pesquisar é essencial para encontrar boas previdências. A oferta do mercado é muito vasta pesquisar e comparar as previdências fará toda diferença no seu futuro.
5. Entenda o momento da economia, veja se a renda fixa ou renda variável está valendo a pena e escolha uma previdência que acompanhe esse momento. Lembrando que se a tendência da economia mudar você pode alternar seu fundo de previdência sem efetuar resgate.
6. Mesmo que o momento da economia esteja mais propicio para um tipo de fundo vale muito analisar o seu perfil. Se o momento é propicio para a renda variável, mas o seu perfil é totalmente conservador provavelmente não se sentirá confortável em um fundo de renda variável. O seu perfil é muito importante para a sua previdência. É preciso que você se sinta confortável com sua previdência. Se seu perfil é mais conservador prefira fundos de renda fixa se tiver um perfil mais arrojado e o momento da economia estiver propicio você pode ter um fundo de renda variável.
7. Escolha um plano de previdência que se encaixe a sua forma de tributação ( PGBL ou VGBL), também pensando no plano definido no item 1 planeje a tabela tributaria ( regressiva e progressiva).
8. Boas previdências não significam taxas altas de administração, pelo contrario boas previdências não cobram altíssimas taxas de administração. Taxas menores no longo prazo significam um montante maior para a sua aposentadoria.
9. Boas previdências também não cobram a taxa de carregamento no aporte, aquela que faz com que seu aporte mensal efetivo (ou seja, o que cai efetivamente no seu fundo) seja menor que o aportado. Já vimos também a diferença gritante que a taxa de carregamento pode fazer no longuíssimo prazo. Fuja dessas previdências.
10. Fuja também das previdências massificadas que são empurradas para você apenas para cumprimento de metas. Uma previdência tem q ser pensada para que você consiga atingir seus objetivos no longo prazo e não para que metas sejam cumpridas. Exija uma que sirva para você!
11. Pergunte sobre a tábua atuarial (ela não morde RS). A tábua atuarial é normalmente vista como um bicho de sete cabeças pela maioria das pessoas, é bastante difícil entende-la (ate porque quase nunca se toca nesse assunto). Mas de uma forma simples é nela que é baseada sua expectativa de vida. Quando fechamos uma previdência uma tábua é usada para que seja calculada nossa expectativa de vida, pois se a previdência é convertida em renda a seguradora terá que pagar um valor mensal por x anos. Porém algumas previdências têm tábuas atualizáveis, ou seja, a cada x anos a tábua muda colocando uma expectativa de vida maior, achatando assim o montante de renda que você recebera no futuro (pois sua renda será divida em mais anos). O ideal é procurar previdências que não atualizam a tábua, uma vez acordada a tábua ela vai com você até o final, de outra forma se houver conversão em renda o montante a se receber será menor que o esperado.
Seguindo esses passos você encontrará uma boa previdência que atenda a suas necessidades e deixará seus objetivos de longo prazo mais alcançáveis. Seu aporte mensal é muito importante para você e para sua aposentadoria, aportando no lugar certo, sem desperdício com taxas desnecessárias e em uma previdência pensada para você, não há erro. A aposentadoria está mais próxima do que você pensou. Certo?

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
AposentadoriaInvestimentosPrevidência Privada

Relacionados