Dinheiro extra: como aumentar sua renda durante as férias.

Apesar de os indicadores mostrarem que a inflação no país está em queda, é impossível não perceber como tudo anda caro. Basta dar um giro pelas prateleiras de qualquer...

Apesar de os indicadores mostrarem que a inflação no país está em queda, é impossível não perceber como tudo anda caro. Basta dar um giro pelas prateleiras de qualquer supermercado e conferir. Nesse cenário, é preciso fazer muito malabarismo para seguir o orçamento familiar e fechar o mês com tudo em dia. E se sua meta for preparar uma reserva financeira (e investi-la), só com o salário pode ficar difícil.

Para melhorar essa situação, já pensou em aproveitar as férias e ampliar os ganhos? Caso sim, você sabe como aumentar sua renda?

Pois bem, esse post vai te ajudar a descobrir práticas lucrativas que vêm dando certo para muita gente. Acompanhe!

Produza conteúdos para blogs e sites

A internet é um terreno fértil para quem quer ganhar dinheiro nas férias. Nesse espaço democrático, não faltam atividades para os que se dispõem a trabalhar como freelancer. As empresas de marketing digital, por exemplo, oferecem diferentes fontes de renda extra.

Dentre as tarefas oferecidas aos freelancers estão redações, revisões e elaboração de pautas. Mas há mais, muitas mais. Se você é fluente em idiomas estrangeiros, vai encontrar boas oportunidades como tradutor.

Já se o seu negócio é a criatividade, saiba que na internet há muitas chances para designers gráficos. Também para montar e-commerces: eles estão em pleno crescimento, havendo muita gente disposta a pagar pela criação de uma loja virtual.

Trabalhe com seu carro

As plataformas colaborativas estão aí, garantindo mais uma possibilidade de lucrar com base na internet. Empresas reúnem consumidores e fornecedores de determinados serviços, e todos ganham com isso. Que tal, então, aproveitar essa tendência e experimentar a vida de motorista freelancer?

Você começa por fazer seu cadastro em sites especializados, como UberCabify e 99 POP. Para conseguir se registrar nessas plataformas, há alguns requisitos a atender.

São, basicamente:

  • não possuir antecedentes criminais;
  • ter carteira de habilitação que permita exercer atividade remunerada;
  • dirigir um carro regularizado e condizente com as exigências da empresa (ano, cor, modelo, itens de conforto).

Com esses critérios satisfeitos, você passa a atuar na plataforma e a ser um motorista eventual. Assim, vai trabalhar apenas quando estiver com tempo livre.

Funciona da seguinte maneira: quando você se conectar (ficar on-line), o aplicativo da empresa vai te indicar como disponível. A partir daí, é só aguardar as chamadas, buscar os usuários e ganhar sua renda extra.

Entregue comida de moto ou bicicleta

Essa é mais uma alternativa para quem quer lucrar atuando no ramo da mobilidade. O UberEats, serviço de entregas de comida, é feito na medida para quem leva a vida sobre duas rodas e está à procura de renda extra.

As exigências para esse serviço freelancer são praticamente as mesmas que para ser motorista da Uber. O candidato não pode ter antecedentes criminais e deve ter habilitação para exercer atividade remunerada com seu veículo. Só são aceitas motos fabricadas a partir de 1996.

Também quem prefere fazer as entregas a pé consegue se cadastrar na plataforma. Basta preencher os pré-requisitos e começar a trabalhar.

Alugue um espaço em sua casa

O aluguel de diferentes espaços em sua casa pode ser feito pela internet. Essa é mais uma oportunidade criada com o surgimento da economia compartilhada, e está dando lucro a muita gente. Começar é simples: você identifica um espaço livre em seu imóvel e o disponibiliza em uma plataforma colaborativa.

Como a Airbnb é destaque do nicho de aluguel de acomodações, vamos usá-la como exemplo. Para começar a usar os serviços dessa empresa, você faz um cadastro na plataforma. O primeiro passo para isso é aceitar os termos de uso, que são basicamente de respeito aos direitos humanos.

Depois disso, você registra o endereço do espaço que pretende alugar e descreve o perfil da acomodação, ou seja: se você vai alugar o imóvel todo, um quarto individual ou compartilhado.

Outras informações são requeridas até o final do cadastro. Elas se relacionam à infraestrutura a ser alugada e às comodidades oferecidas aos futuros hóspedes. Com tudo pronto, você define as regras da casa e faz o anúncio.

É importante salientar que esse tipo de locação é para curta permanência, e é você quem decide quando quer receber hóspedes. Resumindo: você disponibiliza seu espaço quando e por quanto tempo quiser, para pessoas cujo perfil considerar adequado.

Mantenha um brechó on-line

Roupas, calçados, acessórios e outros artigos seminovos em bom estado: tudo isso pode virar dinheiro! E o que é melhor, sem que você invista nada além do seu tempo. A ideia é muito simples, já faz sucesso em todo o país e é bem lucrativa. Também veio na onda da economia compartilhada, e está no auge.

Por tudo isso, pode ser a resposta de como aumentar sua renda nas férias. Isso, sem grandes mudanças na sua rotina, porque quase todo o comércio se dá pela internet.

Para iniciar seus negócios no ramo dos brechós, comece pelo que está aí na sua casa. Separe peças atraentes, que possam despertar interesse. Tire muitas fotos de cada item, caprichando nos ângulos. Quanto melhor você mostrar o seu produto, mais ele vai chamar a atenção do público.

Terminada essa etapa, você tem a matéria prima para seu brechó. Parta para a fase seguinte do projeto: criar uma fanpage no Facebook. Ela vai servir para dar visibilidade ao que você for vender. Por isso, deve ser elaborada de forma a destacar os artigos, e conquistar muitos seguidores.

Caso você ainda não se sinta seguro em começar o seu próprio brechó, não se preocupe. É só fazer uma busca na internet e anunciar suas mercadorias em um dos diversos brechós on-line lá existentes.

Com o passar do tempo, você pega o jeito do negócio. Dando certo, o caminho é comprar peças seminovas e revendê-las.

Mais uma vantagem desse negócio é você ampliar a sua rede de conhecidos e amigos. O que abre portas a novas oportunidades, certo?

Seja anfitrião de animais

Para quem gosta de bichos, essa tarefa é das mais agradáveis: hospedar animais de estimação. Para tanto, nem é preciso sair de casa: dá para encontrar os clientes em plataformas digitais. A DogHero é a pioneira no mercado de hospedagem de pets, e tem presença marcada em 350 cidades brasileiras.

Para ser um Hero, é necessário fazer um cadastro, que, aprovado, habilita o usuário a receber animaizinhos em seu lar. Esse trabalho rende razoáveis quantias, portanto, se você é amante de animais, faça disso sua fonte de renda extra! Quem sabe não é esse o início da sua autonomia financeira?

Viu só como aumentar sua renda sem alterar muito a rotina, nem se cansar demais? Para lhe assegurar essa possibilidade, mantivemos o foco em atividades flexíveis, como as sugeridas, para que você possa conciliar o merecido descanso a uma prática capaz de complementar os seus ganhos.

Portanto, veja qual trabalho é mais adequado ao seu perfil e vá à luta! Lembrando que dinheiro parado é dinheiro desvalorizado. Portanto, invista seus lucros para fugir de passar por apertos financeiros!

Curta nossa página no Facebook, e esteja sempre por dentro de novos assuntos e soluções!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Finanças Pessoais

Relacionados