Finanças: como organizar os gastos de início de ano?

A empolgação com o início de ano pode ir embora quando a preocupação com as contas aparecerem logo nas primeiras semanas. Além das despesas acumuladas, surgem gastos extras como...
financas como organizar os gastos de inicio de ano

A empolgação com o início de ano pode ir embora quando a preocupação com as contas aparecerem logo nas primeiras semanas. Além das despesas acumuladas, surgem gastos extras como IPVA, IPTU, matrículas e viagens de férias. Porém, um planejamento financeiro adequado permite a qualquer pessoa atravessar esse período sem se endividar e nem comprometer o orçamento familiar. Para ajudá-lo nesse processo, elaboramos este post com informações sobre as principais contas de início de ano. Você vai aprender quais são e como se organizar para pagá-las sem dores de cabeça. Confira!

 

Principais contas de início de ano

 

IPVA

Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Pode ser pago à vista, com desconto, ou parcelado de janeiro a março. O valor pode ser consultado por meio do Renavam do veículo. Se houver mais de um carro na família, é preciso organizar ainda mais as contas para arcar com a despesa!

 

IPTU

Imposto Predial e Territorial Urbano. Incide sobre todos os tipos de moradia urbana. Pode ser pago à vista ou em parcelas. Caso more de aluguel, o valor é pago em parcelas durante o ano todo.

 

Matrícula e material escolar

Se você tem filhos, essa é uma despesa significativa de início de ano. As matrículas tanto em escolas particulares como em outros cursos e atividades são feitas em janeiro e fevereiro.

Além das matrículas, outros gastos acompanham as crianças. Novas mochilas, cadernos, pastas, etc. Uma dica é pesquisar bem em diferentes papelarias a fim de encontrar os melhores preços.

 

Imposto de Renda

O IR deve ser pago entre março e abril. Quanto mais cedo você pagar sua contribuição, mais cedo você receberá a restituição. Quem paga com antecedência tem prioridade no recebimento do eventual retorno.

 

Sindicatos e Ordem de Classe

Caso esteja vinculado à alguma entidade, associação ou sindicato, as contribuições são feitas no início do ano. Peça descontos no pagamento à vista dos conselhos profissionais. É uma ótima maneira de economizar um bom dinheiro.

 

Cartão de crédito de início de ano

Não esqueça de se preparar para a fatura do cartão de crédito. As compras do Natal e final de ano chegam logo em janeiro e se você parcelou algum dos gastos as faturas vão cair nos primeiros meses. Tente não extrapolar nas compras e segurar o impulso consumista.

 

Melhores formas de pagamento

Por mais que o parcelamento das contas de início de ano seja uma boa opção, é recomendado que os gastos sejam pagos à vista, desde que haja algum tipo de desconto. Dessa forma, você foge dos juros embutidos nas parcelas.

Você vai notar que a economia do pagamento à vista é bastante significativa e impacta diretamente no bolso. Acontece que, para isso, é preciso ter um planejamento financeiro bem feito para conseguir pagar tudo no prazo.

Caso não tenha a quantia suficiente para arcar com os compromissos fixos mais os gastos de início de ano, uma solução é priorizar as contas mais importantes. Para saber quais devem ser pagas primeiro, avalie quais são as inevitáveis (luz, gás e etc) ou que geram juros por atraso de pagamento (cartão de crédito). Essas são as prioritárias.

Aquelas que podem ser parceladas ou postergadas, ficam para um segundo momento, quando você tiver um pouco mais de fôlego financeiro.

Outra dica é verificar se vale realmente a pena pagar algumas contas à vista, como IPTU e IPVA. Por mais que o pagamento à vista gere desconto, você pode precisar desembolsar valores altos e ficar sem dinheiro para as outras contas de curto prazo e imprevistos.

 

Como utilizar bem o 13º no início de ano

O 13º salário é uma bela ajuda para pagar as contas de final e início de ano. O problema é que, por descontrole, muita gente torra todo esse dinheiro “extra” com gastos excessivos. Saiba organizar seus gastos e utilizar o 13º para dar uma ajudinha nas contas de início de ano.

Você pode destinar uma parte do salário para as contas, mas lembre-se de usar outra parte para gerar mais renda, ou seja, nada de sair por aí gastando tudo. Há várias opções de investimentos que vão ajudar você a aumentar e diversificar sua renda. Procure o tipo de investimento que mais combina com seu perfil.

Por falar em investimentos, eles são uma ótima forma de ajudar nas contas do início do ano. Há modalidades de investimento em curto e médio prazo que rendem juros semestralmente, como alguns títulos do Tesouro Direto. Essa é uma forma de se ter uma renda bacana além do salário. Uma grana que ajuda a pagar as contas no início de ano.

 

Reserva financeira

Sabendo que os gastos de início de ano são maiores, uma dica é fazer uma reserva durante o ano todo. Primeiro, faça uma estimativa de quanto serão os gastos de início de ano. Poupe uma quantia que será suficiente para cobrir os gastos extras de janeiro, fevereiro e março.

Uma dica é utilizar os extratos bancários do ano anterior e fazer a estimativa para o ano seguinte. Some as contas e divida o total por 12. Assim, você terá a estimativa de quanto precisa reservar mensalmente para encarar os primeiros meses do ano. Você começará o ano sem comprometer seu orçamento e muito mais tranquilo, com dinheiro suficiente para pagar as contas e até para realizar outros objetivos, como viajar durante as férias ou no carnaval.

 

Como evitar gastos desnecessários no início de ano

Controlar as compras em datas comemorativas e evitar novos gastos para o início do ano é fundamental para não se endividar. Animados com as festividades e com o 13º, muita gente sai torrando todo o dinheiro que tem na mão. Não faça isso. Gastos desnecessários geram contas desnecessárias.

Caso já esteja vivendo um momento financeiro delicado, seja ainda mais cauteloso. Se for viajar, busque por destinos mais baratos e econômicos para aproveitar suas férias e o verão sem comprometer o saldo bancário!

Seguindo esses conselhos você vai começar seu ano com as contas em dia e com dinheiro no bolso. Basta ter um controle dos gastos, um planejamento eficiente e saber como você tem usado seu dinheiro. Suavize as contas do início do ano se preparando com antecedência para esse momento.

Quer saber mais sobre as melhores formas de administrar e investir seu dinheiro? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Finanças Pessoais

Relacionados