5 famosos que se tornaram empreendedores e estão faturando alto

Quem vê celebridades vivendo luxuosamente pensa que cantar, atuar ou ser atleta dá muito dinheiro. De fato, esses ofícios podem pagar muito bem para profissionais de altíssima performance e/ou...

Quem vê celebridades vivendo luxuosamente pensa que cantar, atuar ou ser atleta dá muito dinheiro. De fato, esses ofícios podem pagar muito bem para profissionais de altíssima performance e/ou que estão em um nicho privilegiado. No entanto, o que muitos não sabem é que boa parte da fortuna dessas celebridades vêm de negócios que eles mantêm fora do showbusiness.

Nesse artigo, vamos ver 5 exemplos de celebridades que aproveitaram o dinheiro conquistado com a fama para iniciar outros negócios. Além disso, veremos quais lições podemos tirar desses famosos que se tornaram empreendedores. Leia e inspire-se!

1. Ronaldo

Ele está consolidado na memória de torcedores do mundo inteiro como um dos jogadores mais importantes da história recente do futebol. Hoje, porém, a fortuna de Ronaldo, o “Fenômeno”, não vem mais do trabalho que o consagrou na mídia.

Um dos mais notáveis exemplos de famosos que se tornaram empreendedores, Ronaldo investe em marketing, agenciamento de artistas e esportistas, imóveis, educação e saúde.

Ele já agenciou atletas como Rafael Nadal. Anderson Silva e o valiosíssimo Neymar.  Ronaldo também é dono de sua própria clínica de fisioterapia e de um campus da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, além de possuir, desde 2015, a sua própria franquia de escolas de futebol em sociedade com Carlos Wizard.

2. Jessica Simpson

Jessica foi uma sensação teen nos final dos anos 90 e início dos anos 2000, contemporânea de Britney Spears e Christina Aguilera. Passado o fenômeno musical, a cantora americana dedicou-se a outra paixão: os negócios e a moda. Desde então, ela vem faturando mais do que muitos nomes da música.

Jessica não lança músicas desde 2010 e pouco tem aparecido na mídia, mas seu net worth está na casa dos 150 milhões, o que a garantiu aparições em publicações como Forbes e Bloomberg.

Isso tudo porque, desde 2005, Jessica controla uma marca com seu próprio nome, vendendo roupas, sapatos, perfumes e itens de decoração. Os produtos são comercializados em lojas de departamento de grande escala, alcançando consumidores em todos os cantos dos Estados Unidos. Estima-se que o faturamento da Jessica Simpson Collection esteja na casa de um bilhão de dólares.

3. Jay-Z

Outro nome da música entre os famosos que se tornaram empreendedores é o americano Jay-Z. Ele já estava faturando milhões na sua carreira musical como rapper quando resolveu investir em outros negócios.

Jay-Z fundou seu próprio selo musical, Roc-a-Fella Records, e sua própria agência de entretenimento, a Roc Nation. Personalidades do calibre de Rihanna e Shakira estão em seu time de artistas.

E por falar em time, a Roc Nation também investe em atletas de basquete, boxe, beisebol e futebol americano.

Entre outros negócios, Jay-Z já teve sua própria linha de roupas, a Rocawear. Ela foi vendida por cerca de 200 milhões de dólares.

Jay-Z também investe em imóveis e adquire cotas de empresas de entretenimento, alimentação e beleza. Ele presta serviços de curadoria musical para superproduções, como fez no filme O Grande Gatsby e o megaevento esportivo NBA 2K13.

Um dos seus últimos e mais ousados empreendimentos foi o serviço de streaming musical Tidal.

4. Giovanna Antonelli

Uma das mais queridas atrizes da TV brasileira, Giovanna tem vários negócios além da dramaturgia.

Ela, por exemplo, usa seu nome para licenciar suas próprias linhas de produtos dentro de marcas bem-sucedidas. Entre esses produtos estão esmaltes, semijoias, bolsas, carteiras e óculos de sol.

Esperta, ela usa muitos de seus próprios produtos quando é escalada para algum papel na TV. As espectadoras ficam malucas com as cores dos esmaltes, aumentando ainda mais as vendas.

Com forte veia empreendedora, Giovanna também lançou recentemente uma rede de franquias de depilação a laser. Hoje, a rede conta com unidades espalhadas por todo o Brasil.

5. Reese Witherspoon

Estrela de Legalmente LoiraÁgua para Elefantes e vencedora de um Oscar, a atriz americana é também uma poderosa empresária.

Reese apareceu na lista das 51 Mulheres Mais Poderosas do Mundo dos Negócios de 2017, elaborada pela revista Fortune. Em meio a executivas da indústria e da tecnologia, Reese Witherspoon é a única celebridade na lista.

A fortuna de Reese está relacionada à abertura de sua própria produtora e sua própria marca de roupas e produtos.

Sua produtora Pacific Standard lançou sucessos como o filme Garota Exemplar e a série Big Little Lies. Reese faz parte do elenco desta última também, mas, como produtora, seu faturamento vai muito além do cachê.

Além disso, Reese se inspirou em seu próprio estilo de vida e suas raízes para lançar a marca Draper James. Vendendo roupas e acessórios, a marca possui lojas em vários pontos dos Estados Unidos, além de também atuar no e-commerce.

O que aprender com esses famosos que se tornaram empreendedores

  • Poupe para depois investir. Dizem que Ronaldo chegava a poupar 80% de sua renda para investir nos demais negócios que mantêm. Se você, assim como ele, tem uma fonte de renda dominante, aproveite para poupar. Depois, use o dinheiro poupado para investir no(s) seu(s) empreendimento(s).
  • Se você tem a chance de ganhar duas vezes em cima de um mesmo trabalho, use-a. Reese é atriz e produtora, às vezes atuando nos mesmos trabalhos em que produz — assim, ela fatura duas vezes. De maneira parecida, Jay-Z é dono do serviço de streaming que usa como plataforma para lançar suas músicas. Com tal medida, ele fatura os royalties de intérprete e as receitas das assinaturas do serviço.
  • Transforme você e/ou seu estilo de vida em uma marca. Na música “Diamonds from Sierra Lone”, Jay-Z canta uma de suas frases mais famosas: “I’m not a businessman, I’m a business, man!”. Traduzindo: “Eu não sou um homem de negócios, eu sou um negócio, cara!”. E é exatamente isso que ele faz: transforma a si mesmo em um negócio. Reese Witherspoon também se inspirou no seu próprio estilo de vida de garota sulista para criar a marca Draper James. Convenhamos que eles têm a fama a seu favor, o que torna tudo mais fácil. Contudo, você pode se inspirar neles para capitalizar em cima do seu próprio estilo de vida. Crie uma marca que combine com sua identidade. Marcas, caso você não saiba, são alguns dos mais fortes ativos financeiros que uma pessoa ou empresa pode ter.
  • Diversifique seus negócios. Jay-Z é rapper. Ronaldo é (ex-)atleta. Porém, ambos têm negócios em diversos ramos totalmente diferentes das suas áreas originais. Giovanna Antonelli é atriz, mas não se contentou com o salário e os cachês de garota-propaganda e aproveitou seu nome para licenciar vários produtos nos ramos de moda, beleza e estética. Assim, tirou proveito do seu forte apelo entre consumidoras do sexo feminino. Como você viu, a diversificação pode ser extremamente lucrativa. Isso também vale para as finanças: mantenha uma carteira diversificada, com ativos de vários tipos.
  • Não se deixe impedir pelo medo ou preconceito. Jessica Simpson sofreu muito preconceito devido ao estereótipo de “loira burra”, quando foi estrela de um reality show com seu ex marido. Jay-Z veio de comunidades periféricas e foi discriminado no mundo dos negócios por ser rapper. Seja qual for o seu ramo de negócio, se há gente disposta a pagar por isso, a opinião dos outros pouco importa. Se você tem afinidade com uma área e pesquisou o suficiente para se sentir seguro trabalhando nela, foque nisso.

Inspire-se nesses famosos que se tornaram empreendedores e viva sua vida em seus próprios termos. E não se esqueça de pensar no futuro: se gostou desse artigo, leia também nossas 7 dicas para planejar uma ótima aposentadoria!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Empreendedorismo

Relacionados