Categoria: O Caminho

Como se comportar em uma entrevista de emprego!

entrevista de emprego

Segundo o último levantamento do IBGE, no Brasil há 13,1 milhões de desempregados. Em outras palavras, temos 13 milhões de pessoas procurando por uma entrevista de emprego no país.

Mas se engana quem acha que o problema é apenas “encontrar” a entrevista de emprego. Muitos brasileiros não sabem, exatamente, como se comportar em uma entrevista de emprego, e em momentos como este, perder uma chance por não saber como se comportar em uma entrevista de emprego não é nada legal.

Por isso, o artigo de hoje tem um objetivo: te ensinar como se comportar em uma entrevista de emprego para aumentar ainda mais as suas chances de ser contratado!

Serão 5 dicas especiais. Vamos a primeira:

1- Pense no problema da empresa, e demonstre ser solução

Para uma empresa realizar uma entrevista de emprego, é fato: elas precisam de uma pessoa para resolver um problema.

Logo, uma excelente forma de como se comportar em uma entrevista de emprego é, justamente, se mostrando ser a solução para o problema que a empresa procura resolver.

Geralmente nós focamos tanto em acrescentar adjetivos à nós (como esforçado, focado, etc.) que esquecemos de fazer isso.

Portanto, quando vier perguntas como a clássica do “me fale um pouco sobre você”, ao invés de perder tempo falando muito sobre você e sobre a sua vida pessoal, fale sobre a sua trajetória profissional e porquê você é a solução que a empresa procura.

Pode ter certeza que a sua entrevista de emprego será muito mais positiva ao fazer isso!

2 – Seja sempre verdadeiro, mas saiba usar a sinceridade ao seu favor

No meio da entrevista de emprego, sempre há aquelas perguntas mais “delicadas”, onde o entrevistador pede para que você liste defeitos ou que comente experiências das quais, por exemplo, você tenha discordado de um superior.

Muitas vezes, no nervosismo, acabamos preferindo mentir ou até mesmo falar mal do antigo chefe pra tentarmos sair como o “lado bom” da história. Mas isso está errado.

O ideal é que você seja transparente, fale dos seus defeitos e de possíveis problemas que você teve no seu trabalho passado, mas que você ressalte também que já aprendeu ou que está aprendendo com os seus erros.

Por exemplo, se você se desentendeu com o seu antigo chefe, independentemente de quem está certo ou errado, é muito importante que você diga que aprendeu com esse muito com esse problema e que hoje já entende o que pode ser feito para evitar esse tipo de situações.

Esse tipo de resposta e sinceridade conta muito.  

3 – Destaque menos o esforço em prol da eficiência

O nosso senso comum tende a assimilar o esforço como uma característica muito boa para destacarmos na entrevista de emprego. Mas isso está errado.

Não que o esforço não deva ser mencionado (ele é positivo!), mas há algo muito melhor a ser mencionado: a eficiência.

O segredo da produtividade não está no quanto de esforço você coloca em seu trabalho, mas sim o quanto do seu esforço gera de resultado A MAIS pra empresa.

Por isso, uma forma muito interessante e efetiva de como se comportar em uma entrevista de emprego se passa, justamente, nessa relação.

Só que a sacada de gênio aqui é: o erro que as pessoas cometem ao falar sobre eficiência é que elas deixam a conclusão para o entrevistador.

Não adianta você falar somente que você é eficiente. Você que tem que criar a noção da diferença entre esforço e eficiência na cabeça dele.

Então, quando for falar sobre isso, simplesmente diga: “eu poderia te dizer que eu sou uma pessoa muito esforçada, mas a realidade é que mais do que esforço, eu procuro sempre ser mais eficiente com o esforço que eu coloco no meu trabalho. Não sou o tipo de pessoa que se esforça pra caramba e produz pouco resultado. Sou o cara que se esforça e procura sempre produzir mais com o mesmo tanto de esforço.”

Passar isso ao entrevistador vai te dar muitos pontos.

4 – Tenha energia durante a entrevista de emprego

Apesar de parecer algo meio “superficial”, é fato: ter energia (gesticular, sorrir, etc.) ajuda bastante a passar numa entrevista de emprego. Principalmente se isso é algo requisitado pela empresa.

Vamos a um exemplo.

A raízen, principal fabricante de etanol de cana-de-açúcar e uma das 4 maiores empresas em faturamento do país, está com o “programa de estágio talentos raízen 2019. Na mesma energia que você”. Este programa ficaráaberto até o dia 15/04/2019 (para acessar a página do programa, é só clicar aqui).

Ao acessar a página do programa e descer o mouse, você se depará com a seguinte descrição sobre o programa:

Veja que a descrição deles para o programa é que o programa de estágio “é para quem tá cheio de energia”.

 Aos olhos comuns, vai parecer que isso não tem nada demais. Mas e se você realmente demonstrar energia na entrevista de emprego, e dizer, na primeira oportunidade, que você tá cheia de energia assim como estava descrito na página do programa?

Além de você demonstrar que teve interesse em ler o que a empresa escreveu, você ainda mostra que é o perfil de pessoa que a empresa está procurando.

É óbvio? Talvez. Mas é assim que você entende como se comportar em uma entrevista de emprego de forma eficiente.

5 – Não tente ser sempre o “certo”

Um outro erro muito comum na hora de se comportar na entrevista de emprego é quando nós tentamos ser sempre a pessoa que está “certa”. Isso acontece principalmente nas dinâmicas.

Se você já fez alguma dinâmica, provavelmente lembra de alguém (e esse alguém pode ser você), que tentou destacar os erros ou pontos fracos de algum concorrente na dinâmica.

Acredite em mim: é muito melhor você fazer o contrário.

Concordar com alguns pontos de uma outra pessoa na dinâmica, principalmente quando isso envolve reconhecer algum erro seu, conta muito positivamente para você.

Hoje, as empresas procuram muitas pessoas que saibam reconhecer os seus erros e trabalhar em equipe. Se você fizer isso com maior frequência, os seus resultados em qualquer entrevista de emprego e dinâmicas de grupo que você chegar, vão ser melhores.

6 – Pesquise sobre a empresa que você está participando do processo seletivo

Isso pode parecer muito óbvio, mas pesquisar sobre a empresa antes de aparecer na entrevista de emprego faz total diferença.

E se você fizer realmente uma boa pesquisa, você pode usar até pequenos detalhes ao seu favor.

Um exemplo de informação que você pode conseguir com isso é o dress code.

Se você entender como os funcionários da empresa em questão se vestem e se vestir de acordo, isso pode garantir a você já alguns pontos antes mesmo de passar pela entrevista de emprego.

Para aproveitarmos o exemplo da raízen que eu dei anteriormente, faça um exercício:

Procure saber mais sobre a Raízen e assista a série de vídeos da 1º feira digital na página do Linkedin da empresa: http://bit.ly/2Ul0y8N

Preste atenção nos detalhes. Provavelmente você vai descobrir muitos detalhes sobre a empresa e chegar ainda mais afiado na entrevista de emprego deles!

Com isso, chegamos ao fim de mais um artigo! Agora, você com certeza deve entender melhor como se comportar em uma entrevista de emprego.

Espero que tenha gostado do conteúdo, e não deixe de escrever um comentário caso tenha tido dúvidas, ou queira nos dar um feedback!

Até a próxima!

Como passar em uma entrevista de emprego – com apenas 6 truques!

Apesar do tema “crise” ter saído do nosso vocabulário (um pouco), ainda há muitos brasileiros procurando por uma entrevista de emprego. Não à toa, em 2018 o Brasil ainda tinha 12 milhões de desempregados.

Isso acontece não apenas porque falta trabalho, mas também porque, por diversos motivos, passar por uma entrevista de emprego é um medo real da maioria das pessoas. Saiba mais

Hábito: 4 Hábitos pobres que você ensina aos outros e não percebe!

Um hábito tem a dizer muito a nosso respeito, seja sobre o que somos, seja sobre o que iremos ser. Muitas pessoas ricas possuem não apenas um hábito, mas vários hábitos em comum, e nada mais apropriado dizer que são justamente esses hábitos que explicam onde elas chegaram.

No caso das pessoas pobres, a lógica é a mesma. Muitas pessoas são pobres e passam dificuldades hoje porque tem uma série de hábitos ruins, negativos.

Talvez você veja pessoas assim próximas a você. Pode ser um amigo querido, um filho, família, namorado…

Saiba mais

7 características essenciais de um investidor de sucesso

características-investidor-de-sucesso

O mercado financeiro oferece várias alternativas de investimentos que vão desde a mais conservadora até a mais arriscada. Mas como fazer a escolha certa para ter o retorno desejado? Para isso, é preciso observar algumas características de um investidor de sucesso para alcançar uma boa rentabilidade nas suas aplicações.

Essas peculiaridades vão ajudar você a não cometer erros que podem comprometer todo o seu investimento, aumentando as suas chances de conquistar seus objetivos.

Quer saber quais características são essas? Então leia o nosso artigo até o final que contamos tudo para você!

1. Busca constante por conhecimento em finanças

Um dos maiores problemas ocorrem quando o investidor não sabe direito o que está fazendo e acaba realizando aplicações erradas, investindo em aplicações que não estão de acordo com o seu perfil.

O mundo dos investimentos é bem complexo, por isso, é de suma importância que você procure entender como funciona cada aplicação para diminuir ao máximo as suas chances de perdas.

Analisar o seu perfil de investidor é um passo muito importante para definir qual é a melhor aplicação para você. Por exemplo, se você quer ter uma boa rentabilidade e não se importa em correr riscos maiores para alcançar seu objetivo, então o seu perfil é mais arriscado.

Outro ponto que merece atenção: existem investimentos que não têm liquidez diária, por isso, você não pode realizar o resgate (saque) sempre que bem entender. É preciso esperar o vencimento do título e isso já deve estar incluído dentro do sem planejamento financeiro, caso contrário, sua rentabilidade será comprometida.

2. Controle emocional

Enquanto a rentabilidade é positiva, tudo está tranquilo. Mas o que acontece que você tiver perdas? O controle emocional é uma característica essencial de um investidor de sucesso.

Quando o assunto é investimento, saber lidar com perdas é muito importante. Por isso, evite agir impulsivamente, tomando decisões motivadas pela sua emoção.

Grosso modo, é preciso ter “sangue frio” para lidar com situações como essas, por mais que naquele momento você se sinta frustrado, é preciso ser emocionalmente inteligente para reverter a situação.

Muitos investidores fracassam no mercado financeiro porque não sabem lidar com suas emoções, acabam realizando aplicações sem levar em consideração os riscos do investimento e não conseguem elaborar uma estratégia eficiente para driblar os momentos difíceis.

3. Ousadia para enfrentar riscos

Todo o investimento tem seu risco, basta você analisá-los e verificar quais está disposto a correr. Por isso, para se tornar um investidor de sucesso, você precisa aprender a ter ousadia para enfrentar os riscos de cada aplicação. É preciso que você tenha uma boa gestão para proteger melhor o seu patrimônio e reduzir as ameaças ao máximo.

A orientação mais comum para diminuir as suas chances de perdas é diversificar os seus investimentos. Dessa forma, se você não obtiver sucesso em uma aplicação, as outras podem compensar as que deram errado, possibilitando bons retornos financeiros.

4. Disciplina para alcançar os objetivos financeiros

Antes de realizar um investimento, você precisa fazer um planejamento financeiro. Nele, você poderá estipular quais são os seus objetivos para facilitar a compreensão de como os seus investimentos estão progredindo.

Para manter tudo de acordo com o planejado, a disciplina se faz muito importante. Não desvie o seu foco e, se for necessário realizar algum ajuste no seu planejamento, faça!

Mas lembre-se de que o seu objetivo não pode ser alterado. Caso contrário, você não conseguirá ter bons resultados e se sentirá frustrado por isso.

A disciplina faz com que você leve mais a sério os seus investimentos, fazendo com que as decisões tomadas sejam mais estratégicas, a fim de obter a melhor rentabilidade possível.

5. Organização

Muitos investidores não são organizados financeiramente, e isso pode representar um grande problema para o seu orçamento. Todos os investimentos têm normas que precisam ser seguidas à risca, caso contrário, o seu patrimônio pode ser prejudicado.

Além do mais, contar com um dinheiro que ainda não foi resgatado também não é uma boa prática, por mais que seja uma aplicação que já tenha um valor prefixado, ela pode sofrer alterações, principalmente, se você efetuar o resgate antes do vencimento do título.

A organização é uma das principais características de um investidor de sucesso, sem ela, ele poderá destinar seu dinheiro para aplicações erradas que podem comprometer seu retorno financeiro.

6. Paciência

A paciência é a chave para não tomar decisões impulsivas que podem proporcionar prejuízos. É preciso ter muita tranquilidade para encontrar um investimento que valha a pena.

Além disso, ela também é importante para escolher o momento certo para realizar a sua aplicação. Por exemplo: se você optou por investir em ações, é preciso ter paciência para comprar quando os preços estiverem mais atrativos.

Portanto, não se desespere com bombardeios de notícias pessimistas nos jornais. Tenha calma e analise muito bem suas estratégias antes de tomar qualquer decisão. Dessa maneira, você poderá garantir uma boa rentabilidade, sem colocar em risco o seu investimento.

7. Confiança na medida certa

Infelizmente, o excesso de confiança está presente na vida da maioria dos investidores, principalmente os iniciantes. Alguns deles acreditam que seus métodos são inquestionáveis e infalíveis.

Esse tipo de investidor acredita que o conhecimento que possui é suficiente para controlar as suas ações dentro do mercado financeiro e não se preocupam em se atualizar constantemente. Cuidado com isso!

Ao pensarem dessa forma, eles deixam de levar em consideração as probabilidades do investimento e acreditam que sempre vão dobrar o seu faturamento. Mas a realidade é bem diferente: se você não calcular friamente as suas estratégias, as decisões tomadas poderão ter um final trágico.

O mercado financeiro é um ramo que exige muita dedicação e atenção. Qualquer deslize ou decisão equivocada pode acarretar em grandes prejuízos. Mas lembre-se que no mundo dos investimentos nem sempre você sairá ganhando: os riscos de perdas existem e você precisa saber lidar com eles.

Por isso, busque sempre estudar e conhecer a fundo o seu investimento, diversifique a sua carteira para diminuir as chances de perda e siga todas as nossas dicas para que você também possa ter características de um investidor de sucesso.

Quer ter acesso a mais conteúdos interessantes como este? Então aproveite a oportunidade para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar as nossas novidades!

6 segredos para juntar dinheiro e abrir seu próprio negócio

juntar-dinheiro-abrir-o-próprio-negócio

Abrir o próprio negócio é o sonho de um grande número de brasileiros. Sabe-se que o Brasil é um dos países mais empreendedores do mundo, mas isso não quer dizer que o processo de abertura de uma empresa seja simples e fácil.

É preciso muito planejamento e uma estratégia bem definida para conseguir juntar a quantia financeira suficiente para tirar o sonho do papel. Além disso, antes de abrir o próprio negócio deve-se avaliar o mercado em que se está investindo, bem como o seu potencial de crescimento e os principais concorrentes.

Saiba mais