Comprar e Vender Dólar é Investimento?

Você é uma daquelas pessoas que acha que Comprar e Vender Dólar serve só para viajar ou para adquirir produtos em outros países? Se sim, sinto em dizer que você está completamente...
comprar e vender dolar e investimento

Você é uma daquelas pessoas que acha que Comprar e Vender Dólar serve só para viajar ou para adquirir produtos em outros países? Se sim, sinto em dizer que você está completamente enganado(a). Você precisa saber que moedas estrangeiras também são utilizadas como uma forma de investimento.

Você já parou pra pensar na alta do dólar nos últimos tempos? Com a alta da inflação, só em 2015, essa moeda subiu mais de 48% em relação ao real. Isso quer dizer que aqueles que já tinham investido na modalidade conseguiram um ótimo rendimento.

Mas você tem ideia de como investir em moeda estrangeira? Preste atenção, porque neste post, vou te explicar melhor como essa opção funciona — assim como quais são as principais formas de comprar e vender dólares. Confira!

 

Como investir ao Comprar e Vender Dólar?

Existem várias formas de investir na moeda americana, e essas são as mais comuns:

 

Ações de empresas exportadoras

As empresas que trabalham com importação e exportação têm uma movimentação econômica interessante. Elas têm os gastos e despesas em real e uma boa parte, se não a totalidade, das suas receitas em dólar. Isso quer dizer que, quando o dólar sobe, elas passam a ganhar bem mais com a variação do câmbio.

Essas empresas vêm apresentando altas na bolsa e podem ter suas ações adquiridas. Nesse investimento, é preciso selecionar boas companhias listadas pela Bovespa, ter disciplina e contar com o foco no longo prazo para obter ganhos. Se esse não for o seu caso, você pode apostar em fundos que aplicam em empresas da área. Para isso, o gestor do fundo deve cumprir o papel de compra e acompanhamento de ações.

 

Compra de papel-moeda

Optar por comprar dólar em papel-moeda pode não ser a melhor saída. Isso porque existe a cobrança de IOF por parte das casas de câmbio — 1,1%, mais spread e taxas. Além disso, o papel não rende nada enquanto estiver embaixo do seu colchão (e ainda pode se deteriorar).

Outro ponto a observar é que não existe seguro para a compra de papel-moeda. Isto é, se sua propriedade for assaltada, por exemplo, você perde todo o investimento.

A compra de papel-moeda é mais indicada para quando você for comprar algum produto importado ou viajar para o exterior. Nessa situação, se adquirir a moeda aos poucos, você pode conseguir melhores cotações nas casas de câmbio.

 

Fundos cambiais

Os fundos cambiais têm pelo menos 80% dos seus recursos diários atrelados a moedas estrangeiras, como o euro e o dólar. Logo, eles variam de acordo com a queda ou alta dessas moedas. O restante dos ativos é aplicado em operações e títulos de renda fixa.

Contudo, as aplicações dos fundos não são necessariamente somente em dólar, e sim em diferentes moedas estrangeiras. Ou seja, a sua rentabilidade pode não ser exatamente a mesma da moeda norte-americana.

Os fundos cambiais podem ser facilmente comprados pela internet, em contato com corretoras ou no banco de sua preferência.

 

Fundos de índice

Outros fundos que chamam a atenção de interessados em comprar dólares são os Exchange Traded Funds (ETFs). São também conhecidos no Brasil como fundos de índices.

Esses fundos são essencialmente espelhados em índices com cotas que são negociáveis em bolsas de valores. Ao investir em um fundo de índice, você não está somente diversificando sua carteira. Está também investindo em ações de diversas companhias espalhadas pelo mundo.

 

Minicontratos

Outro jeito de investir no mercado ao Comprar e Vender Dólar é por meio do chamado contrato do futuro. Ele consiste em minicontratos cambiais, conhecidos como “minidólares”, que permitem que você aposte nas cotações futuras da moeda. Há chances da moeda valorizar ou desvalorizar durante o período de duração do contrato.

O resgate pode ser feito a qualquer momento, existindo a possibilidade de fazer um day-trade. Na hora do resgate, o valor cambial do dia é pago ao investidor. Essa é uma opção bem interessante para períodos em que há elevação da moeda estrangeira.

 

Certificado de Operações Estruturadas – COE

Esses papéis proporcionam a proteção da renda fixa somada à possibilidade de gerar ganhos viabilizados pela renda variável. Isso é possível porque, no COE, tanto as perdas quanto os ganhos costumam ser limitados. Portanto, você sairia de um investimento que não gerou lucro com o mesmo dinheiro que investiu quando entrou. Isso considerando a pior das hipóteses.

Um COE pode estar associado a diferentes índices. Tais como Ibovespa, commodities, bolsas e empresas estrangeiras, além das próprias variações cambiais.

Esse tipo de investimento se assemelha aos fundos de capital protegido, justamente por proteger o investidor contra quedas. Porém, emitir um COE — que é feito por um banco — é mais simples que criar fundos.

 

O que você precisa saber antes de Comprar e Vender Dólar?

O investimento em moedas como o dólar é um ativo de renda variável. Ou seja, assim como no mercado de ações, não é possível garantir que haverá um retorno. Entretanto, em momentos de crise econômica — como a que vivemos hoje — o dólar costuma ter maior valorização. Isso faz com que o valor da moeda no Brasil suba consideravelmente.

As variações de moedas são afetadas por eventos que acontecem ao redor do mundo, 24 horas por dia. Por isso, as tendências de queda ou de alta de uma moeda podem ser revertidas a qualquer minuto. Isso exige do investidor bastante conhecimento e dedicação para que os lucros sejam alcançados.

 

Quais são as taxas e os impostos?

É preciso saber também que para alguns investimentos há cobrança de IR (Imposto de Renda) sobre os rendimentos obtidos. A taxa gira entre 15% a 22% sobre o lucro, dependendo do prazo das aplicações.

Outro imposto a ser pago é o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é de 6,38%. Lembre-se ainda de que existem os encargos das próprias instituições financeiras. As cobranças variam de acordo com cada casa e com o tipo de investimento.

Como você percebeu, comprar e vender dólar pode ser uma ótima maneira de diversificar sua carteira de investimentos. Essa modalidade é usada especialmente para diminuir o risco de volatilidade. É verdade que essa opção de aplicação demanda um pouco mais de conhecimento e empenho por parte dos investidores. Mas, por outro lado, ela pode ser uma boa oportunidade em tempos de alta na inflação.

Pronto, agora você conhece as melhores opções voltadas a esse tipo de investimento. Sendo assim, já pode começar a estudar se ele se encaixa ou não no seu perfil de investidor!

 

Você já investiu dessa forma? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Câmbio

Relacionados