Vantagens e desvantagens da previdência privada

A previdência privada é a melhor alternativa de investimento para quem deseja planejar a aposentadoria com mais segurança e tranquilidade financeira, pois o valor acumulado pode ser usado como...
Vantagens e desvantagens da Previdência Privada. Saiba no detalhe!

A previdência privada é a melhor alternativa de investimento para quem deseja planejar a aposentadoria com mais segurança e tranquilidade financeira, pois o valor acumulado pode ser usado como uma renda complementar à pensão paga pela previdência social. No entanto, antes de tomar essa decisão, é preciso levar em conta não só as vantagens dessa aplicação, mas também as desvantagens que você pode ter ao contratar o modelo de previdência privada.

Continue lendo esse artigo que preparamos para você e confira quais são os prós e os contras de investir em previdência privada!

Vantagens

Desconto no imposto de renda

Uma grande vantagem da previdência privada é pagar menos impostos, o que resulta em um maior valor final acumulado. Basicamente, existem duas modalidades de previdência privada: o Plano Gerenciador de Benefício Livre (PGBL) e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

No primeiro plano, você tem um desconto de 12% no valor total sobre o qual será deduzido o imposto. Por exemplo, digamos que você tenha recebido R$ 72 mil. Fazendo as contas, 12% de 72 mil é igual a R$ 8.640,00. Logo, o imposto será calculado apenas sobre R$ 63.360,00.

Mas isso só vale para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda. Se você prefere declarações simplificadas, a melhor opção é o regime VGBL. Nesse segundo caso, o desconto é calculado sobre o rendimento da aplicação, e não sobre o valor total. Isso quer dizer que a tributação só é feita no momento do resgate.

O investimento é mais fácil

A previdência privada é o investimento ideal caso você tenha dificuldade em manter regularmente os investimentos na poupança e não queira contratar um consultor ou especialista. Ao fechar o acordo, você separa uma quantia fixa mensal e não precisa ficar se preocupando se já fez o depósito ou não, o que é importante para aqueles que não conseguem organizar os gastos.

Além disso, você pode alterar o valor da quantia fixa quando precisar ou até mesmo suspender o investimento por um prazo específico. A data do depósito também pode ser modifica a seu gosto.

 

Opções variadas de resgate

Quando quiser resgatar o valor total, você terá uma série de opções, dependendo da instituição. As mais comuns são o resgate integral e o parcelado. Nesta última, você pode separar um valor mensal a ser recebido, algo como um salário complementar.

O interessante dessa variedade é que você pode usar o dinheiro de acordo com a sua necessidade. Caso você queira apenas complementar a renda, pode escolher retirar pequenas parcelas mensais. Por outro lado, em momentos de urgência, pode ser melhor separar uma quantia maior ou então resgatar o valor integralmente.

Desvantagens

Baixa liquidez

Um dos maiores problemas da previdência privada é que retirar o dinheiro antes do prazo acordado pode representar uma perda e tanto, pois as taxas costumam ser bastante pesadas. Em prazos curtos, então, a retirada de recursos sequer é permitida. Portanto, jamais use a previdência privada caso você não tenha se planejado para retirar o dinheiro nesse momento.

Taxas altas

As taxas de administração do valor na previdência privada podem ser muito altas, dependendo do plano e da instituição escolhida. Algumas superam inclusive as cobranças feitas por fundos de investimento, onde muito mais dinheiro costuma ser aplicado. Fique atento antes de escolher o plano ideal para você. As taxas administrativas podem simplesmente suplantar as vantagens fiscais que citamos acima.

Não funciona a curto prazo

Vale a pena reforçar que a previdência privada não é uma opção de investimento a curto prazo e nem é uma das mais rentáveis. O rendimento é baixo e normalmente calculado em juros pré-fixados. Ou seja, a rentabilidade será sempre a mesma, independentemente de mudanças no mercado. Isso quer dizer que, em momentos de alta na inflação, o seu dinheiro pode se desvalorizar. É uma faca de dois gumes: segurança e garantia de retorno a longo prazo, rentabilidade irrisória a curto prazo.

Como você pode ver, a previdência privada pode ser uma boa alternativa, principalmente se bem planejada. É uma forma de garantir um futuro tranquilo e uma renda extra para ocasiões urgentes.

E você, acha que vale a pena investir em previdência privada? Deixe um comentário sobre o assunto!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados