Previdência privada: como funciona o resgate por herdeiros

A previdência privada tem se tornado muito popular nos dias de hoje. Ao invés de guardar aquela graninha todo mês na poupança, tem muita gente bem mais nova que...

A previdência privada tem se tornado muito popular nos dias de hoje. Ao invés de guardar aquela graninha todo mês na poupança, tem muita gente bem mais nova que já está guardando dinheiro na previdência privada, sabia? Ela tem muitas vantagens também como uma forma de deixar seus investimentos mais espalhados — o que se chama diversificação. Dessa forma, você perde menos dinheiro quando está tudo em crise e ninguém sabe para que lado correr. Para quem já viveu mais um bocado, a previdência privada também é uma forma de economizar quando você pensa na herança e no resgate pelos herdeiros. Acompanhe nosso artigo de hoje e saiba mais sobre o assunto!

Como os herdeiros resgatam a previdência?

Quando uma pessoa vai a uma instituição e abre um plano de previdência, ela precisa, junto com toda a burocracia para iniciar a economia do dinheiro, definir quem serão as pessoas que receberão o dinheiro no caso de morte do titular e ainda os percentuais que cada uma dela vai ter.

Quer ver como isso funciona? Vamos tomar como exemplo um pai preocupado com a aposentadoria, mas, ao mesmo tempo, preocupado em não pagar muito imposto quando tiver que fazer o procedimento de inventário após a sua morte. Ele começará a economizar para a aposentadoria dele mesmo, mas, se ele morrer em um acidente ou por causa de uma doença, os recursos serão destinados aos beneficiários que estiverem no contrato.

Vamos imaginar que ele tenha destinado metade para a esposa e a outra metade para o filho. O único trabalho que a esposa e o filho terão será o de levar o atestado de óbito para o banco e, em menos de 30 dias, o valor estará disponível para ambos sem burocracia. Não deixa de ser uma herança que o pai deixou, mas que saiu muito mais rápido e com uma burocracia mínima para os herdeiros — neste caso, eram a esposa e o filho.

Previdência privada x inventário

Já pensou se o pai não tivesse se planejado e simplesmente morresse, deixando este valor investido em uma conta corrente ou em um fundo de investimento em um banco? Sabe o que ia acontecer? A esposa e os filhos teriam que contratar um advogado e iniciar o procedimento de inventário, que pode demorar mais de um ano para ser finalizado. Quanto mais coisas o pai tivesse em seu nome, mais demorado seria para os herdeiros conseguirem o dinheiro.

Quer saber de mais outra vantagem? Esse pai era muito bom de pensar na esposa e nos filhos, porque ele ainda fez todos economizarem com os custos do processo, que podem ser o equivalente a 30% do total dos bens. Vamos pensar que o pai já tinha o valor de R$200 mil acumulado. Isso fará com que o filho e a esposa fiquem com R$100 mil cada, desde que o dinheiro estivesse na previdência, é claro!

Mas se estivesse em um fundo de investimento, o valor de R$60 mil iria para o pagamento do advogado e o resto seria dividido entre os dois, ficando apenas R$70 mil para esposa e filho. No caso da previdência privada ser resgatada pelos herdeiros, há a possibilidade de não se pagar o ITCMD, que é o Imposto Estadual Para As Doações. Embora nem todos os estados brasileiros permitam essa possibilidade, sai bem mais barato que pagar as custas judiciais, não é verdade?

Quando se pensa em previdência privada, não se deve pensar apenas em aposentadoria. No caso do pai, ele também pensou no resgate do dinheiro economizado com tanto esforço e durante tanto tempo. Esse planejamento deve ser feito por todo mundo, já que a vida tem andado tão difícil para todos nós. Evitar gastos sempre é uma boa ideia! E você? Já pensou em fazer uma previdência privada? Deixe um comentário ou dúvida para nós!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados