Por que ter um plano de Previdência Privada é importante?

A importância de um plano de Previdência Privada está no futuro. O planejamento financeiro ideal para a vida é aquele que permite desfrutar do momento atual, mas sem deixar...
por que ter um plano de previdencia privada e importante

A importância de um plano de Previdência Privada está no futuro. O planejamento financeiro ideal para a vida é aquele que permite desfrutar do momento atual, mas sem deixar de lado a preparação para o futuro.

Os limites de valores do INSS e a possibilidade de crise no sistema previdenciário oficial estimula a procura por outras formas de garantir um futuro mais tranquilo quando a velhice chegar.

É nesse cenário que entra o plano de Previdência Privada como opção de complemento da aposentadoria, diversificação de investimentos ou forma de sucessão patrimonial.

 

Plano de Previdência Privada é uma forma de agregar mais valor à aposentadoria

O valor máximo do benefício de aposentadoria no INSS é de pouco mais de R$ 4 mil.

Quem deseja obter um valor maior que esse precisa buscar a Previdência Privada, pois o dinheiro poupado hoje será resgatado no futuro, mantendo assim os padrões de qualidade de vida do segurado.

Na Previdência Complementar, diferentemente do INSS, é possível resgatar o valor integral do plano ou receber um valor mensal – da mesma forma que acontece com um salário.

Contudo, ter uma aposentadoria melhor não é o único motivo pelo qual você deve ter um plano de Previdência Privada.

 

Diversificação de investimentos com plano de Previdência Privada

Há um provérbio no mundo dos investimentos que diz: “não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta”.

A recomendação de especialistas é que se faça investimentos de forma a combinar diferentes níveis de rentabilidade, liquidez e prazo.

A diversificação é importante para que existam aplicações com rentabilidade positiva para os momentos de perda em alguns pontos da carteira.

O objetivo é que o portfólio apresente resultado positivo no fim das contas, de modo que as perdas sejam mitigadas pelos ganhos.

Nesse aspecto, a Previdência Privada se apresenta como boa opção para quem busca alternativas de diversificação de investimentos, já que o plano é administrado por gestores profissionais.

Isso torna o investimento mais propício a gerar lucro, sem que isso demande muito tempo e atenção do investidor.

 

Previdência Privada como ferramenta de sucessão patrimonial

A Previdência é bastante recomendada para jovens, porque o esforço mensal de poupança é menor, visto que eles têm mais tempo para a aplicação.

No caso dos mais velhos, é necessário fazer as contas para saber a partir de quando o plano de Previdência Privada realmente vale a pena para si próprio.

No caso dos idosos, os custos e impostos podem chegar a ser altos se comparados com o esforço mensal de investimento.

Nesse caso, a Previdência Complementar pode ser interessante para a sucessão patrimonial.

A transmissão de herança feita por meio de um plano VGBL não cobra impostos se o beneficiário continuar a investir.

O Imposto de Renda só é cobrado para o resgate do montante da aplicação.

A maior vantagem que pode ser obtida em passar a herança por meio da Previdência Privada é que o processo não inclui custos extras com advogados e documentação de cartório.

 

Benefício e flexibilidade na tributação

A incidência de impostos também é válida para a Previdência Complementar, assim como para a maioria dos investimentos financeiros do Brasil.

Contudo, há benefícios fiscais.

Em um plano de Previdência Privada, a tabela do Imposto de Renda (IR) é regressiva em relação ao tempo da aplicação.

Assim, quem deixa o dinheiro aplicado por mais tempo acaba pagando menos impostos do que aqueles que fazem o resgate em um período mais curto.

A tabela de alíquota do IR segue os seguintes valores:

  • Até 2 anos: 35%
  • De 2 a 4 anos: 30%
  • De 4 a 6 anos: 25%
  • De 6 a 8 anos: 20%
  • De 8 a 10 anos: 15%
  • Mais de 10 anos: 10%

Nesse sentido, a Previdência Privada pode ser uma ótima alternativa para quem deseja fazer um investimento de longo prazo.

Há ainda a opção pela tabela progressiva do Imposto de Renda, em que este aumenta conforme cresce o valor resgatado da aplicação.

Nessa tabela (a mais recente até o momento), o IR é cobrado no momento do resgate.

  • Até 1.787,77: 0%
  • De 1.787,78 até 2.679,29: 7,5%
  • De 2.679,30 até 3.572,43: 15%
  • De 3.572,44 até 4.463,81: 22,5%
  • Acima de 4.463,82: 27,5%

 

Atenção para os custos

Um plano de Previdência Social pode trazer inúmeros benefícios, mas também traz alguns custos.

A taxa de administração e a taxa de carregamento são alguns exemplos dessas quantias que devem ser pagas.

A taxa de administração é cobrada como remuneração do gestor do fundo.

Uma grande vantagem da Previdência Complementar é a administração da carteira de investimentos por um profissional.

No entanto, a chancela de uma pessoa especializada trabalhando para o bom desempenho dos investimentos tem seu custo, a taxa de administração.

Essa taxa é cobrada em praticamente todos os planos de Previdência Privada do mercado.

Por outro lado, a taxa de carregamento não é cobrada em todos os fundos.

Para deixar bem claro, essa última taxa é cobrada para entrar no investimento, como se fosse um passaporte para participar do fundo de Previdência.

Alguns especialistas recomendam uma taxa de administração inferior a 1,5% ao ano.

Há também a recomendação para uma taxa de carregamento zerada.

Isso porque as taxas elevadas podem começar a prejudicar a rentabilidade do investimento.

O resgate da aplicação antes do prazo mínimo estabelecido também pode gerar taxas.

Nesses casos, porém, o cumprimento dos prazos não enseja qualquer custo adicional.

 

A importância de um plano de Previdência Privada

Diante de tudo o que você aprendeu agora, é possível perceber a importância da Previdência Privada.

O sufoco do INSS, a diversificação de investimentos, a transmissão de patrimônio e os benefícios fiscais são os principais motivos da importância de se investir nesse tipo de plano.

Analise seu estado financeiro atual para descobrir o quanto pode poupar mensalmente, identifique o melhor perfil de riscos para você e pesquise as taxas cobradas no mercado.

Seguindo esses simples passos, já é possível começar a pensar no futuro e, finalmente, começar a investir em um plano de Previdência Privada.

 

Gostou das dicas? Então compartilhe este artigo com seus amigos nas redes sociais!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados