Fundo de pensão: o que é e como funciona

Os fundos de pensão são uma alternativa para aqueles funcionários que recebem salário superior ao teto estabelecido pela previdência social. Quando se aposentarem, eles não ganharão o mesmo salário...
Relaxed senior woman sitting on a bench in backyard garden reading a newspaper looking at camera and smiling

Os fundos de pensão são uma alternativa para aqueles funcionários que recebem salário superior ao teto estabelecido pela previdência social. Quando se aposentarem, eles não ganharão o mesmo salário que ganhavam quando estavam na ativa, e terão que fazer algo para manter uma renda que possa pagar por todos os gastos de antes da aposentadoria. Se não fizer assim, este trabalhador terá que trabalhar a vida inteira, já pensou? Uma alternativa à previdência privada é optar pelo fundo de pensão, que também possui adesão facultativa, mas tem funcionamento diferente de um plano comum de previdência privada.

Conheça mais sobre o fundo de pensão aqui no post de hoje!

Como funcionam os fundos de pensão?

Por serem fechados, são exclusivos para uma empresa específica ou para uma classe de trabalhadores, como engenheiros, contadores, advogados ou psicólogos por exemplo. Nestes casos, tanto as empresas quanto os conselhos de classe seriam os patrocinadores ou instituidores dos fundos de pensão.

Isso é muito bom para o trabalhador, pois como os fundos de pensão não têm objetivo de lucro, eles aplicam as reservas periódicas disponibilizadas pelos trabalhadores e, às vezes, até colocam mais um bocadinho de dinheiro para estimular os funcionários a economizarem. Há empresas que, para cada real que o funcionário economize, adiciona 50 centavos. Uma mão na roda para quem está pensando na aposentadoria, não é verdade?

No momento da adesão, o funcionário terá que decidir que tipo de benefício receberá no fim do tempo de contribuição, que pode ser benefício definido, contribuição definida ou contribuição variável. O primeiro é regulamentado para garantir um percentual do último salário como benefício, mas o funcionário terá que possuir um mínimo de reservas acumuladas ao longo de todo o período.

A contribuição definida conta com depósitos da empresa e do trabalhador. Quanto maiores os depósitos e os juros obtidos, maior será o valor a ser recebido. A última, contribuição variável, mistura os dois primeiros tipos de contribuição e cada contrato estipulará suas regras para adesão.

Vantagens de um fundo de pensão

Os fundos de pensão são uma boa opção, pois têm taxa de administração baixa e também oferecem empréstimos e financiamentos com taxas menores aos participantes, o que dá uma ajuda e tanto quando se precisa de uma grana emergencial a baixo custo. Os recursos são de todos e a gestão é compartilhada: tanto você quanto a sua empresa mandarão no que pode ou não ser feito com tudo o que está guardado.

Riscos de um fundo de pensão

Dependendo da empresa em que você trabalhe, podem existir alguns riscos. Algumas empresas patrocinadoras estipulam tempo mínimo de permanência para, quando você sair, resgatar a parcela que eles depositaram. Leia tudo direitinho pois, se você sair antes, pode ficar sem nada do que foi depositado por ela.

Com relação aos prazos, pode ser vantajoso não retirar o dinheiro ou fazer apenas portabilidade para continuar depositando mais grana. Isso porque a tabela regressiva de tributação pode morder uma parcela grande dos ganhos.

Portanto, se resolver manter os recursos no fundo de pensão ou fazer portabilidade, continue gerenciando as idades dos seus depósitos para não perder nada para o imposto de renda antes da hora. Se sair para outra empresa que possua o próprio plano, vale a pena pensar em fazer portabilidade para ela.

Um fundo de pensão, assim como qualquer modalidade de investimento, possui suas vantagens e desvantagens. Procure investir em conhecimento financeiro para não dar chance ao azar quando o assunto for dinheiro! E se tiver mais alguma dúvida sobre o assunto, é só deixas aqui nos comentários!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados