5 Vantagens da Previdência Privada para 2016

Com a nova política fiscal e novidades que estão para surgir em 2016, entre eles a possível reforma tributária do ITCMD, a Previdência Privada tem sido cada vez mais...
5 Vantagens da Previdência Privada para 2016

Com a nova política fiscal e novidades que estão para surgir em 2016, entre eles a possível reforma tributária do ITCMD, a Previdência Privada tem sido cada vez mais um dos investimentos que podem livrar seu dinheiro do leão.
Confira agora cinco vantagens de ter uma Previdência Privada:

1 – Pagar menos IR no presente postergando para o futuro. Dessa forma é possível acumular um patrimônio ainda maior para a aposentadoria.

É o caso do PGBL (…) que permite que você que você prorrogue o IR, pagando somente no final do plano. É o mais indicado para profissionais que precisam declarar o imposto de renda. Dessa forma você já realiza a dedução da sua renda anual tributável, podendo chegar até 12%, investindo nesse plano de previdência, o qual deverá ser constado na sua declaração do IR. O imposto só será cobrado no resgate, sobre o valor total do patrimônio.

2 – É um investimento que pode ser em benefício de herdeiros, mas não há cobrança do ITCMD.

Com as mudanças da política fiscal, estima-se que o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) passará de 4% para 22,5% em sua taxa limite. É cobrado na transferência de patrimônio do investidor para seus sucessores /herdeiros quando transmitidos através de inventários, entre outros meios. Mas para o Estado de São Paulo a Previdência Privada tem isenção dessa cobrança.
Com o acréscimo dessa taxa, estimada em mais de 6 vezes para 2016, a Previdência Privada será o porto seguro para quem se preocupa com essa situação e quer ficar isento.

3 – A previdência pode ser traçada de acordo com o seu objetivo. Além do PGBL conheça o VGBL

Para quem não precisa se preocupar em declarar o IR, existe também o plano VGBL onde o imposto de Renda não será adiado. No entanto tem como vantagem o cálculo do IR somente em cima do rendimento, ficando de fora a cobrança o valor investido.
De acordo com a sua estratégia o IR pode ser feito na tabela progressiva ou regressiva, tanto para PGBL como para VGBL.

4 – Pode suprir entre muitas outras funções, o seguro de vida.

Uma alternativa da Previdência Privada é que depois do período de carência estipulado, é possível realizar o resgate do total em uma única vez ou receber parcelas por mês ao longo dos anos, não sendo necessário realizar saques se assim quiser. Portanto, é uma renda complementar tanto para o aposentado que quer pensar em aproveitar a sua melhor idade, quanto em caso de falecimento do investidor passando esse benefício para seus herdeiros, caso escolha o plano específico para o caso de morte.

5 – Não tem a incidência do come-cotas e pode ter isenção da taxa de carregamento.

Investidores acostumados com a incidência do IR cobrado semestralmente (come-cotas) nos fundos referenciados DI, Renda Fixa ou Multimercado, ao migrarem para a Previdência Privada verão que esta não tem essa tributação o que torna ainda mais atrativa para quem quer potencializar suas economias.
Outro fator é que, em muitas instituições financeiras, é cobrada a taxa de carregamento para cada aporte que o investidor realiza em sua previdência (você coloca dinheiro na instituição e ainda por cima é cobrado por isso). No entanto, não são todas que cobram essa taxa (veja aqui/conheça essas previdências.)

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados