4 dicas para escolhar seu plano de previdência privada agora

Para garantir uma velhice mais tranquila e garantir uma boa renda nos últimos anos de vida, é preciso pensar na aposentadoria desde muito cedo. A Previdência Social nem sempre...

Para garantir uma velhice mais tranquila e garantir uma boa renda nos últimos anos de vida, é preciso pensar na aposentadoria desde muito cedo. A Previdência Social nem sempre consegue manter a renda da época de trabalho ativo, por isso, a escolha de um bom plano de previdência privada é importantíssima.

Quer usar o dinheiro do imposto para investimento?

Mas muita gente se pergunta: como escolher o melhor plano? Que valor guardar por mês? Programo o resgate para quando? Hoje vamos te mostrar 4 dicas para escolher o plano de previdência correta e garantir sua tranquilidade financeira na aposentadoria:

Defina seus objetivos de forma clara

Saber onde e como se quer chegar é fundamental para a previdência privada. Por exemplo, se você pretende deixar o dinheiro investido por mais de 10 anos, deve-se buscar uma estratégia mais agressiva, investindo parte dele em renda variável.

Conforme o tempo for passando e chegar mais próximo das datas de resgate, vá migrando para um plano mais conservador. Os planos de previdência podem ter desde 0 até 49% aplicados em bolsa de valores, o que pode alavancar os ganhos no longo prazo. Para evitar perdas que não poderão ser recuperadas, vá diminuindo até que, 2 anos antes de iniciar os resgates, não haja mais exposição à renda variável.

Negocie as taxas com as instituições administradoras

Há, basicamente, 2 taxas pagas para o investimento da previdência privada além do imposto de renda no resgate, que são a taxa de administração e a taxa de carregamento. Com aportes mensais mais elevados ou um grande aporte inicial, pode-se negociar com mais facilidade um carregamento zero.

Para as taxas de administração, é possível realizar a portabilidade para fundos mais “baratos”, mas há de se possuir saldo mais elevado no fundo. Isso acontecerá, normalmente, a partir do segundo ano da sua previdência ativa e recebendo aportes mensais.

Defina a modalidade do seu plano de previdência antes de abri-lo

Escolher PGBL ou VGBL? Isso dependerá da sua renda, da sua capacidade de poupar e dos seus gastos dedutíveis para efeitos de imposto de renda. Portanto, não há uma fórmula a ser aplicada. Busque um profissional habilitado que possa definir qual o melhor fundo para você investir.

Lembre-se que uma escolha equivocada pode fazer com que você pague muito mais imposto de renda no momento do resgate. Pensando assim, não será um gasto contratar um profissional especializado e, sim, um investimento.

Identifique a melhor forma de tributação dos valores

A partir de 2005, há duas formas distintas de tributação dos valores investidos em planos de previdência privada: a tabela progressiva e a tabela regressiva. No primeiro caso, o que vale é o tempo. Quanto mais tempo o dinheiro permanecer investido, menos se pagará imposto de renda no resgate. Começa com 35% até o fim do segundo ano do valor investido chegando a 10% para os recursos guardados com tempo superior a 10 anos.

A segunda, a tabela progressiva, segue os mesmos critérios do imposto de renda retido na folha de pagamento: desde isento até 27,5%. Se os seus planos são receber valores baixos de previdência complementar, essa é uma boa escolha, pois você pode ser enquadrado como isento ou pagar apenas 7,5% de IR.

Investir em um plano de previdência privada é uma decisão importante, que facilita o futuro dos trabalhadores, mas deve ser tomada o quanto antes para que a economia dos valores seja algo possível. Quanto mais próximo for do momento da efetiva aposentadoria, mais recursos serão necessários. Se o plano for iniciado antes dos 30 anos,  a vida do trabalhador será muito mais tranquila. Não deixe para amanhã, comece hoje mesmo a definir o seu futuro.

O que você achou das dicas? Deixe um comentário, queremos saber a sua opinião!

Deixe aqui o seu comentário

comentários

Categories
Previdência Privada

Relacionados